Guilherme de Pádua se casou de novo em 2017, 20 anos após condenação por assassinato

O ex-ator Guilherme de Pádua, que morreu neste domingo, dia 06, se casou novamente com Juliana Lacerda em 2017. Uma cerimônia aconteceu em maio do mesmo ano na Igreja Batista de Lagoinha, 20 anos depois da condenação dele pelo assassinato da atriz Daniella Perez, filha da autora de novelas Gloria Perez.

Antes da união com Juliana, Guilherme e a então mulher, Paula Tomaz, assassinaram a atriz a tesouradas em 28 de dezembro de 1992 e foram condenados a 19 anos e 6 meses de prisão. Mas ele foi solto após seis anos, depois de ter cumprido um terço da pena.

Antes da celebração na igreja, a cerimônia no civil aconteceu em 14 de março do mesmo ano. Na ocasião, Juliana falou ao EXTRA sobre o relacionamento:

"Desde o começo, já sabia quem ele era e nunca me preocupei com o passado, porque na igreja ele é acompanhado há 17 anos por muitos pastores sérios e sei do histórico dele, sei também que o Guilherme realmente mudou desde que se converteu".

Na época do casamento, Guilherme escreveu nas redes sociais:

"Conheci a Ju em um tempo de muita dor e fomos somente amigos por mais de um ano... Neste tempo, tivemos muitas oportunidades de ficarmos com pessoas melhores aos olhos naturais (com melhor situação financeira), no caso dela também sem um passado manchado... Tantas foram as oportunidades”, escreveu ele. “Ju, minha esposa linda, você me conheceu numa fase tão difícil da minha vida e mesmo assim não desistiu de mim! Você é fortinha, heim, loira? Te peço perdão por meus medos, meus traumas, minhas inseguranças, dúvidas...".

Guilherme teve um infarto e morreu aos 53 anos. A informação foi confirmada pela Igreja Batista da Lagoinha, que ele frequentava e onde era pastor.