Gusttavo Lima é condenado a pagar R$ 50 mil por ter divulgado número de telefone em sua música pela segunda vez, entenda

O cantor Gusttavo Lima foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais a uma mulher de Pato Branco, no Paraná, que teve o seu número de telefone divulgado em uma música do cantor. Ela venceu o processo em primeira instância e a defesa ainda pode recorrer da decisão, segundo informou o portal G1.

A canção que cita o número de telefone se chama "Bloqueado" e foi lançada em 2021. Segundo o advogado da mulher, Fabiano Giaretta, ela usa este número desde 2009 e recebeu diariamente ligações, mensagens, conteúdo pornográfico e até ameaças no seu telefone. A decisão foi assinada pelo juiz Daniel Proença Larsson, e depois homologada pelo juiz de direito de Pato Branco, Luiz Henrique Vianna Silva.

Leia mais: Gusttavo Lima é alvo do Conar, que recomenda suspensão de publicidade de bebida alcoólica

Ainda segundo o advogado, a mulher não quer se promover em cima do cantor e pediu para não ter o seu nome divulgado.

Esta não é a primeira vez que Gusttavo Lima é condenado pelo mesmo motivo. Como não há um DDD para o número na letra da música, outras pessoas que usam o mesmo número pelo Brasil passaram pela mesma situação e estão processando o cantor. Em junho, outra mulher, esta de São Paulo, venceu o processo em que o artista foi também condenado a pagar R$ 50 mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos