Gympass, ‘unicórnio’ de bem-estar, quer que ‘saúde mental’ vire benefício corporativo no pós-pandemia

A Gympass, “unicórnio” brasileiro de bem-estar, está acelerando seu braço de saúde mental e emocional, lançado há um ano. O desejo é transformá-lo em um negócio de proporção equivalente à da startup-mãe, que foi avaliada em US$ 2,2 bilhões em rodada de investimento no ano passado.

O caminho é longo, mas a Gympass acredita que a conjuntura — profissionais voltando ao escritório após aqueles que foram, provavelmente, os anos mais confusos e estressantes de suas carreiras — joga a seu favor.

— Nos últimos dois anos, focamos em bem-estar de maneira geral, como nutrição, meditação e saúde mental com parceiros. Essa tendência foi acentuada pela Covid. Mas vimos que havia a oportunidade de lançar algo dedicado a esse segmento no Brasil, como há em outros mercados — conta Rogério Hirose, executivo responsável pela área de novos negócios da Gympass.

A Wellz, como essa nova plataforma foi batizada, nasceu em meados de 2021 como um projeto-piloto e assim permaneceu até o início deste ano. Em abril, a Gympass comprou a Vitalk, que usava inteligência artificial para escalar uma ferramenta de suporte a profissionais sob estresse ou em situações de burnout. A startup, que já havia recebido aporte de R$ 24 milhões, chegou à Gympass já com 250 mil vidas e 80 companhias clientes.

O “bot” da Vitalk foi prontamente incluído no produto da Wellz, que oferece ainda sessões de terapia virtuais, chats com terapeuta e rodas de conversa online. A startup sustenta que 80% de seus usuários apresentaram melhorias clínicas após algo entre quatro e cinco semanas de uso.

A guinada da Gympass rumo ao bem-estar emocional se deu logo no início da pandemia, quando seu principal produto ficou sem razão de ser. Até então, a startup focava em assinaturas de academias que empresas pudessem oferecer como benefício aos funcionários. Como os estabelecimentos foram obrigados a fechar as portas diante da emergência sanitária, a Gympass precisou incrementar seu cardápio, passando a oferecer cuidados como meditação, yoga online e até terapia holística.

Inteiramente focado na saúde mental e emocional, a Wellz é um produto à parte que também é oferecido exclusivamente a empresas. Embora não abra os números de clientes da Wellz, a Gympass está propondo a solução às mesmas companhias que já usam o produto de saúde física — universo que já soma hoje 5 mil empresas em mais de dez países.

— A gente tem a expectativa de que a plataforma seja algo tão grande quanto a Gympass. No ano que vem, vamos ampliar a oferta da Wellz para os outros países onde a Gympass já opera — acrescenta Rogério Hirose.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos