Ataque perpetrado por soldado afegão deixa três soldados americanos feridos

Cabul, 19 mar (EFE).- Pelo menos três soldados americanos ficaram feridos neste domingo em uma ação insurgente perpetrada por um soldado afegão na província de Helmand, no sul do Afeganistão, na qual o agressor morreu, informaram fontes oficiais.

"Um homem com uniforme do Exército afegão abriu fogo contra as forças estrangeiras e três deles soldados americanos ficaram feridos" nas imediações de uma base militar na área de Shorab, indicou à Agência Efe o porta-voz do Ministério da Defesa, Dawlat Waziri.

Durante o ataque, ocorrido por volta das 13h10 local (5h40, em Brasília), as tropas internacionais mataram o suposto insurgente infiltrado, precisou a fonte.

As autoridades iniciaram uma investigação para esclarecer os detalhes do fato.

A missão da Otan no Afeganistão, Apoio Decidido, confirmou a ação em sua conta da rede social Twitter e explicou que os três feridos são americanos e estão recebendo tratamento médico.

Nenhum grupo insurgente reivindicou por enquanto a autoria da ação.

Os talibãs se desvincularam do ataque e afirmaram que foi realizado por um "soldado afegão patriótico", que conseguiu deixar cinco baixas nas forças dos Estados Unidos, segundo o porta-voz insurgente Zabiullah Mujahid.

Este é o segundo ataque perpetrado contra forças de segurança com ajuda interna nos últimos dez dias no país, depois que oito policiais afegãos morreram em 10 de março após o ataque de dois membros do mesmo corpo supostamente vinculados aos talibãs na sulina província de Zabul.

A Otan continua no país em missão de assistência e capacitação das tropas afegãs com 13 mil soldados, dos quais os Estados Unidos devem manter 8,4 mil neste ano, cerca de de 6 mil deles como parte do contingente da Aliança Atlântica e o resto em tarefas antiterroristas. EFE