Hacker atrapalhado destrói R$ 4,8 milhões em criptomoedas após roubo

·1 min de leitura
Hacker destruiu US$ 1 milhão em criptomoedas depois de roubá-las. Foto: Getty Images.
Hacker destruiu US$ 1 milhão em criptomoedas depois de roubá-las. Foto: Getty Images.

Resumo da notícia:

  • Um hacker desastrado cunhou tokens avaliados em US$ 1 milhão e os destruiu em seguida;

  • O invasor moveu o valor roubado para um contrato inteligente de autodestruição;

  • O hacker acionou a função de “autodestruição” antes de transferir o valor.

Um hacker desnorteou o mundo das criptomoedas na última semana depois de explorar uma falha em um projeto DeFi chamado Zeed.

Após cunhar tokens extras, avaliados em US$ 1 milhão, cerca de R$ 4,8 milhões na cotação atual, o cibercriminoso moveu o valor roubado para um contrato inteligente de ataque. Contudo, o invasor acionou a função de “autodestruição” antes da realizar a transferência.

Leia também:

O ato de apagar o contrato inteligente é comum nesse tipo de golpe e visa ocultar o rastro, tornando impossível a recuperação dos fundos roubados.

Porém, dessa vez, o hacker parece ter cortado a corrente do contrato sem antes instruí-lo sobre a retirada dos tokens. Desse modo, o invasor acabou perdendo todo o valor antes de retirá-lo.

Esse tipo de contrato pode ser programado para retirar fundos para uma carteira digital de criptomoeda e se autodestruir em seguida.

O caso foi descoberto pela BlockSec, uma empresa de segurança focada em tecnologia blockchain.

“Curiosamente, o invasor não transfere os tokens obtidos antes de autodestruir o contrato de ataque. Provavelmente, ele/ela estava muito animado”, disse a companhia nas redes sociais.

*Com informações do The Crypto Times e do Portal do Bitcoin.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos