Hacker diz que consegue 5 milhões de contas do Facebook por dia

Redação Finanças
·2 minuto de leitura
In this photo illustration, a smart phone screen displays the logo of Facebook on a Facebook website background, on April 7, 2021, in Arlington, Virginia - Facebook usage has held steady in the United States despite a string of controversies about the leading social network, even as younger users tap into rival platforms such as TikTok, a survey showed Wednesday. (Photo by OLIVIER DOULIERY / AFP) (Photo by OLIVIER DOULIERY/AFP via Getty Images)
(Photo by OLIVIER DOULIERY / AFP) (Photo by OLIVIER DOULIERY/AFP via Getty Images)
  • Ferramenta descobre endereços de e-mail ao vinculá-los com conta do Facebook

  • Isso acontece mesmo que usuários não permitam

  • Pesquisador divulgou descoberta depois de a rede social dizer que a informação não era “importante o suficiente”

Depois de um megavazamento de dados divulgado no início de abril, o Facebook continua com problemas sérios de cibersegurança. Com a ferramenta Facebook Email Search, é possível descobrir endereços de e-mail ao vinculá-los com contas da rede social, mesmo que o usuário não permita que a informação possa se tornar pública. As informações são da Exame.

Leia também:

Um pesquisador anônimo disse que conseguiu vincular contas da rede social a até 5 milhões de e-mails. Ele divulgou a informação na última terça-feira (20) no site Ars Technica depois de entrar em contato com o Facebook e receber a resposta de que a descoberta não “importante o suficiente” para uma correção. "Acredito que seja uma vulnerabilidade bastante perigosa e gostaria de ajuda para impedi-la", disse.

Como funciona

Em um vídeo, ele mostra a ferramenta sendo alimentada com 65 mil e-mails. "Como você pode ver no registro de saída aqui, estou obtendo uma quantidade significativa de resultados com eles", disse. Ao final, o hacker afirma que gastou cerca de US$ 10 para comprar mais de 200 contas do Facebook, que em três minutos foram transformadas em 6 mil contas de e-mail.  

Em uma escala maior, o homem disse que conseguiu vincular contas da rede social a até 5 milhões de e-mails. "Atualmente, está sendo usado para comprometer contas do Facebook com o objetivo de assumir o controle de grupos, páginas e contas de publicidade do Facebook para, obviamente, ganho monetário”, afirmou. 

"Estou muito, muito confiante de que não é apenas uma grande violação de privacidade, mas que resultará em um novo, outro grande despejo de dados”, completou o hacker. 

Em nota, Facebook disse que, ao que parece, a companhia fechou “erroneamente este relatório de bugs antes de encaminhá-lo para a equipe apropriada”. A empresa agradeceu o pesquisador pelas informações e afirmou que está tomando “as medidas iniciais para mitigar esse problema”, enquanto faz o “o acompanhamento para melhor compreender sua descoberta”.