Hacker invade sistema e envia até e-mails em nome da prefeitura de Petrópolis: 'Dados podem ser vazados'

A prefeitura de Petrópolis foi alvo de um ataque cibernético nesta terça-feira. O hacker chegou a acessar a caixa de e-mails oficial e mandou um comunicado em nome do órgão municipal informando sobre a invasão ao sistema e alertando para o risco de vazamento de dados da população petropolitana. A ocorrência foi registrada na 105ª DP (Petrópolis).

No comunicado falso, o invasor escreveu que o ataque havia acontecido na manhã da última sexta-feira, afetando “servidores de toda a rede municipal de Petrópolis, como CPTRANS, e-SUS, Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde, entre outros”.

A mensagem continuava, ainda, com um alerta sobre um possível vazamento de dados da população e que o ataque poderia provocar indisponibilidade de serviços da prefeitura. Veja o que dizia o texto do hacker:

“O município esclarece dados de petropolitanos podem ser vazados nos próximos dias, mas o Departamento de Tecnologia da Informação já está em pronta ação para diminuir os danos. (...) o ataque promovido afetou informação e dados internos da própria prefeitura, por isso pode ocorrer indisponibilidade ou paralisação em alguns serviços temporariamente. O Departamento de Tecnologia da Informação (DETEC) já promove o reparo nas redes da Prefeitura e busca restabelecer todos os serviços o quanto antes. Todas as medidas de segurança foram tomadas para evitar ações externas aos conteúdos eletrônicos da prefeitura.”

Por meio de assessoria de imprensa, o Departamento de Tecnologia (Detec) de Petrópolis esclareceu ao GLOBO que os dados acessados pelo criminoso são de domínio público, já disponibilizados no portal da transparência. Segundo o Detec, nenhum dado sensível foi acessado.

O remetente do e-mail que se dizia oficial fez questão de citar um nome “artístico” para o hacker no comunicado e mencionou que este havia enviado saudações aos servidores municipais: “o hacker, intitulado de ‘Satstune’ deixou em todos os servidores mensagens de boas-vindas, e feliz Natal, dizendo que nada faria com todos esses dados, e que seria apenas um ‘teste de segurança independente’.”

Histórico de invasões

Este não é o primeiro ataque aos canais de comunicação oficiais do município. Na última semana, os sites da prefeitura e da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) também foram alvo de ataque hacker. Os fatos também foram comunicados à polícia.

De acordo com a 105ª DP (Petrópolis), a ocorrência foi registrada por meio da Delegacia Online. Diligências estão em andamento para apurar o fato.