Hackers causam tumulto com falso tweet sobre Obama

O presidente americano, Barack Obama

Hackers assustaram os mercados nesta terça-feira, depois que um tweet da conta da agência de notícias Associated Press afirmou que o presidente americano, Barack Obama, havia se ferido depois de duas explosões na Casa Branca.

Um breve alerta da conta @AP afirmava: "Alerta: duas explosões na Casa Branca e Barack Obama ferido".

Quase imediatamente, o serviço de notícias postou em sua conta de comunicação corporativa que a @AP no Twitter havia sido invadida por hackers, para depois suspender rapidamente o serviço.

"Advertência: o Twitter da @AP foi pirateado. O tweet de um ataque à Casa Branca é falso", postou a @AP_CorpComm.

O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, confirmou à imprensa que o presidente se encontrava bem.

"Posso afirmar que o presidente está bem", afirmou Carney.

As ações nos mercados caíram quando a falsa notícia foi difundida, com o Dow Jones Industrial Average perdendo 130 pontos, a 0,9%, e o S&P 500 caindo 12 pontos, a 0,8%.

Os ativistas virtuais que apoiam o regime do presidente sírio Bashar al Assad reivindicaram mais tarde a autoria do ataque, o último de uma série de intervenções contra grandes empresas de informação.

O chamado Exército Eletrônico sírio (Syrian Electronic Army), que também já pirateou a conta da Agence France-Presse, reivindicou anteriormente as páginas da Sky News Arabia e Al-Jazeera Mobile, assim como a dos programas da CBS News "60 Minutos" e "48 Horas".

Um tweet da conta @60 Minutos afirmava: "Exclusiva: o terror golpeia #EEUU e #Obama está descaradamente na cama com a Al-Qaeda".