Haddad e Ciro assinam carta pela democracia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 01-05-2022: Ato unificado das centrais sindicais para comemorar o 1º de Maio, na praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu, em SP, com a presença do ex-presidente Lula. Na foto Fernando Haddad. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 01-05-2022: Ato unificado das centrais sindicais para comemorar o 1º de Maio, na praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu, em SP, com a presença do ex-presidente Lula. Na foto Fernando Haddad. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-prefeito e pré-candidato do PT ao Governo de São Paulo, Fernando Haddad, e o pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, assinaram o manifesto "Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado democrático de Direito", que será lançado na Faculdade de Direito da USP, em São Paulo, no dia 11 de agosto.

Até a tarde desta sexta-feira (29), o documento que reúne ex-ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), juristas, banqueiros, artistas e empresários já soma mais de 448 mil adesões.

Fernando Haddad presidiu o Centro Acadêmico XI de Agosto, que pertence à Faculdade de Direito da USP, em 1985. Atualmente ele é professor licenciado da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da mesma universidade.

Organizado por ex-alunos do curso de direito da USP, o manifesto é uma iniciativa suprapartidária que não menciona o nome de Jair Bolsonaro (PL). A carta foi concebida com expressões moderadas para atrair o maior número possível de signatários, evitando termos que soassem radicais, divisivos, pró-PT, anti-Bolsonaro ou de qualquer forma partidário.

Como publicado no jornal Folha de S.Paulo, uma das análises sobre a estratégia é a de que, com esse formato, o documento segue à risca uma das principais lições de intelectuais que estudam o avanço do autoritarismo em diferentes países --a de que a formação de uma coalizão tão ampla quanto possível é a melhor maneira de barrar aventuras golpistas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos