Haddad tem 33%, Tarcísio, 20%, e Rodrigo, 15%, em SP, aponta pesquisa Quaest

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A vantagem do ex-prefeito Fernando Haddad (PT) na disputa para o Governo de São Paulo caiu de 20 para 13 pontos percentuais em relação ao ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos). É o que diz a nova rodada da pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quinta (8). Rodrigo Garcia (PSDB) continua em terceiro.

O petista segue na frente com 33% das intenções de votos (antes tinha 34%). Tarcísio subiu seis pontos e foi para 20%. O tucano manteve os mesmos 15% da rodada anterior. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Fernando Haddad 33% Tarcísio de Freitas 20% Rodrigo Garcia 15% Outros 5% Brancos/Nulos/Não vão votar 15% Indecisos 12% Segundo a pesquisa, 15% dos eleitores pretendem anular seu voto e 12% dizem estar indecisos. Outros candidatos somam 5% das intenções. A pesquisa Genial/Quaest ouviu 2.000 pessoas com mais de 16 anos entre os dias 2 e 5 de setembro, em entrevistas nas casas dos eleitores no estado de São Paulo. A pesquisa está registrada no TSE com o número SP-04685/2022.

Em um cenário de segundo turno com a disputa entre Haddad e Tarcísio, o petista venceria por 42% a 36%. Na pesquisa anterior, a vantagem era de 44% a 31%. Contra Rodrigo Garcia, Haddad também venceria por uma margem maior, por 40% a 35%. Era de 41% a 32% em agosto.

Se a disputa for entre Tarcísio e Rodrigo, eles estariam tecnicamente empatados, mas com o ex-ministro do presidente Jair Bolsonaro (PL) numericamente à frente, com 32% a 30%.

A pesquisa mostra que Tarcísio ainda é desconhecido por 51% da população. Na rodada anterior, este número era de 70%, o mesmo do governador Rodrigo Garcia, que agora é desconhecido por 55%. Haddad, o mais conhecido dos três (92%), tem também a maior rejeição, com 49% dos eleitores que não votariam nele de jeito nenhum.

Na corrida ao Senado, o ex-ministro da Ciência e da Tecnologia Marcos Pontes (PL), com 23% das intenções de voto, encostou no ex-governador Márcio França, do PSB, que tem 25%. A deputada Janaína Paschoal (PRTB) aparece em terceiro com 7%.

A pesquisa Genial/Quaest também mostra que o presidente Jair Bolsonaro está tecnicamente empatado com o ex-presidente Lula (PT) na corrida presidencial no estado de São Paulo. O mandatário tem 37% contra 36% do petista entre os paulistas. Em março, Lula liderava com folga, por 39% a 25%.

Em um eventual segundo turno, 43% dos eleitores paulistas votariam no ex-presidente contra 42% que escolheriam o atual mandatário.

O levantamento da Quaest é financiado pela corretora de investimentos digital Genial Investimentos, controlada pelo banco Genial.