Hamilton repetirá o capacete arco-íris na Arábia Saudita e em Abu Dhabi

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
DOHA, QATAR - NOVEMBER 21: Lewis Hamilton of Great Britain and Mercedes GP prepares to drive on the grid during the F1 Grand Prix of Qatar at Losail International Circuit on November 21, 2021 in Doha, Qatar. (Photo by Lars Baron/Getty Images)
Lewis Hamilton, da Mercedes, utilizará novamente o capacete em homenagem à comunidade LGBTQIA+. Foto: (Lars Baron/Getty Images)

Atuante engajado nas causas sociais, o piloto inglês Lewis Hamilton anunciou que repetirá o uso do capacete com pintura de arco-íris nos próximos dois Grand Prix da Fórmula 1. O ato, que teve início do GP do Catar, é uma demonstração, segundo Hamilton, de apoio à comunidade LGBTQIA+, que sofre discriminação e penas de prisão em países ultraconservadores.

Em contato com o portal Autosport.com, Hamilton informou que usará o capacete novamente e comentou sobre a importância deste ato: "Usarei este mesmo capacete para as duas corridas. Não tenho medo de nenhum comentário ou algo negativo. No passado, disse 'estamos juntos' e 'amor é amor', representar essa comunidade aqui, onde há situações que não são perfeitas é importante para mim".

Leia também:

Hamilton, porém, não foi o único piloto que demonstrou apoio à comunidade LGBTQIA+, o alemão Sebastian Vettel, da Aston Martin, também levantou a bandeira no GP da Hungria, em protesto às políticas discriminatórias do governo de Viktor Orbán.

O britânico ainda completou dizendo que "Quando esses esportes vão a lugares assim, têm o dever de conscientizar sobre esses temas. Estes países necessitam que os meios de comunicação falem sobre essas coisas, a igualdade de direitos é um tema sério. Eu gostaria de saber o que está acontecendo aqui e o que estão fazendo em prol do coletivo LGBTQIA+".

O capacete de Hamilton, tradicionalmente utilizado pelo piloto em forma de protesto, já teve estampada a frase antirracista "Ainda nos erguemos". Lewis ainda criou a organização Mission 44, entidade de caridade localizada no Reino Unido para apoiar, defender e capacitar jovens de grupos sub-representados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos