Hamilton supera punições, vence GP de São Paulo e encosta em Verstappen

·3 min de leitura
SÃO PAULO, SP - 14.11.2021: GRANDE PRÊMIO SÃO PAULO 2021 DE FÓRMULA 1 - O piloto Lewis Hamilton da equipe MERCEDES comemora seu vitória com a bandeira do Brasil durante o GP de São Paulo de Fórmula 1 realizado no Autódromo Jose Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo, SP. (Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem/Fotoarena/Folhapress)
SÃO PAULO, SP - 14.11.2021: GRANDE PRÊMIO SÃO PAULO 2021 DE FÓRMULA 1 - O piloto Lewis Hamilton da equipe MERCEDES comemora seu vitória com a bandeira do Brasil durante o GP de São Paulo de Fórmula 1 realizado no Autódromo Jose Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo, SP. (Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem/Fotoarena/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em um fim de semana de superação no Brasil, o piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu o GP de São Paulo, neste domingo (14), e manteve aberta a disputa pelo título mundial de F1. Líder do campeonato, Max Verstappen, da Red Bull, foi o segundo, mas viu sua vantagem na classificação diminuir --o holandês soma 332,5 pontos contra 319,5 de Hamilton.

O desenho da corrida começou a ganhar forma logo nas primeiras 15 voltas. Enquanto o holandês tomou a primeira posição de Bottas, Hamilton escalou o grid e, depois de sair em décimo, chegou rapidamente à segunda posição, com Bottas em terceiro e Pérez em quarto.

Ao longo de boa parte da etapa, os dois primeiros colocados andaram separados por apenas um segundo em média. Na volta 48, o inglês chegou a ultrapassar o rival, mas o holandês jogou o carro para cima do adversário, os dois saíram da pista, e o líder do Mundial recuperou a primeira posição.

A manobra foi analisada pelos comissários, que descartaram uma punição a Verstappen. Na volta 59 (de um total de 71), Hamilton enfim assumiu a ponta.

A etapa brasileira terminou com a bandeirada de Rebeca Andrade. A ginasta, primeira brasileira a ganhar duas medalhas na mesma edição olímpica (conquistou um ouro e uma prata em Tóquio), foi quem deu a bandeirada na largada do GP. "Eu estou mais nervosa em dar a bandeirada do que estava para competir nas Olimpíadas. Até treinei em casa", disse.

Desde sexta (12) Hamilton já sabia que seria um fim de semana de superação. Como a equipe precisou trocar o motor de combustão de seu carro, ele perderia cinco posições no grid de largada da corrida.

Por isso, era fundamental fazer uma boa classificação da corrida sprint, no sábado (12), novo formato que define a ordem de largada da corrida completa, realizado pela primeira vez no Brasil. E o inglês conseguiu justamente o melhor tempo. Mas veio outro obstáculo. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) encontrou uma irregularidade na asa traseira da Mercedes e, punido, o heptacampeão largou em último.

Em apenas 24 voltas, Hamilton levantou a torcida em Interlagos, conquistando 15 ultrapassagens. Assim, ele terminou em quinto --ainda, sim, já sabia que largaria em décimo no domingo pela troca de motor.

Verstappen também foi punido no Brasil. Mas ironizou a multa que recebeu da FIA por ele ter tocado no carro de Hamilton após o treino de sexta --o valor foi de 50 mil euros (R$ 312 mil). O holandês disse para os terem um "bom jantar com vinho caro" e acrescentou "podem me convidar para o jantar também. Vou pagar por ele."

Depois das emoções em Interlagos, a próxima etapa da F1 será o GP do Qatar, no dia 21 de novembro. Na sequência, a categoria vai ter uma prova na Arábia Saudita, no dia 5 de dezembro. E a última etapa será em 12 de dezembro, em Abu Dhabi.

Resultado final do GP de São Paulo

1º Lewis Hamilton (Mercedes)

2º Max Verstappen (Red Bull Racing)

3º Valtteri Bottas (Mercedes)

4º Sergio Perez (Red Bull Racing)

5º Charles Leclerc (Ferrari)

6º Carlos Sainz (Ferrari)

7º Pierre Gasly (AlphaTauri)

8º Esteban Ocon (Alpine)

9º Fernando Alonso (Alpine)

10º Lando Norris (McLaren)

11º Sebastian Vettel (Aston Martin)

12º Kimi Räikkönen (Alfa Romeo Racing)

13º George Russell (Williams)

14º Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo Racing)

15º Yuki Tsunoda (AlphaTauri)

16º Nicholas Latifi (Williams)

17º Nikita Mazepin (Haas)

18º Mick Schumacher (Haas)

Não completaram

19º Daniel Ricciardo (McLaren )

20º Lance Stroll (Aston Martin)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos