Hamilton supera Red Bull e conquista poleposition de número 99 na carreira

·2 minuto de leitura

(Reuters) - Lewis Hamilton comemorou neste sábado sua 99ª poleposition na Fórmula 1 depois de ser mais rápido que Sergio Perez e Max Verstappen, ambos da Red Bull, no treino qualificatório para o Grande Prêmio da Emilia Romagna, em Imola.

O mexicano Perez, realizando apenas sua segunda corrida pela Red Bull, largará logo após o heptacampeão mundial da Mercedes, marcando a primeira vez dele na fileira inicial do grid.

Verstappen, o mais rápido da sessão final de treinos no circuito italiano e perseguindo sua terceira pole consecutiva, teve de se contentar com o terceiro lugar, com Charles Leclerc, da Ferrari, marcando presença na quarta posição do grid e se aproveitando do fator casa para reanimar a escuderia italiana.

Hamilton fez o suficiente com sua primeira volta rápida de um minuto e 14.411 segundos, mas Perez chegou perto no fim, sendo apenas 0.035 mais lento.

"Eu definitivamente não esperava que estivéssemos à frente de duas Red Bulls", disse Hamilton, que venceu a corrida de abertura da temporada em Bahrein no mês passado, depois que Verstappen largou da pole.

"Acho que eles foram muito rápidos neste fim de semana. Houve momentos em que eles estavam seis décimos à frente."

"Virei na última curva, soube que tinha conseguido a pole e fiquei super grato", acrescentou o piloto de 36 anos, que já marcou a pole em 30 circuitos diferentes.

Perez, que possui mais de uma década de experiência na Fórmula 1, foi contratado para colocar mais pressão sobre a Mercedes do que os últimos companheiros de equipe de Verstappen haviam conseguido, sem sucesso.

Mas o mexicano ainda acredita que poderia ter ido mais longe.

"Eu melhorei, largarei em segundo, mas deveria ter conquistado a pole e cometi um erro na última curva", disse Perez, vencedor pela primeira vez com a Racing Point (agora Aston Martin) em Bahrain no ano passado.

Foi a primeira vez que Verstappen foi superado por um companheiro de equipe em condições normais desde que o australiano Daniel Ricciardo estava com ele na Red Bull em 2018.

"Não dá pra ir bem sempre, então veremos o que deu errado", disse o piloto holandês. "Ainda é o terceiro lugar no grid, que é uma boa posição inicial."

(Por Alan Baldwin)