Marchand de arte esquece quadro avaliado em 1,5 milhão de euros em táxi

Paris, 2 mai (EFE).- Um marchand de arte esqueceu no porta-malas de um táxi, em 27 de abril, um quadro do artista argentino Lucio Fontana avaliado em 1,5 milhão de euros, informou nesta terça-feira o jornal francês "Le Parisien".

O proprietário da obra, com a qual dirigia-se a uma galeria de arte contemporânea de Paris, recebeu uma ligação durante a viagem e não lembrou que a tela estava no carro.

De fato, segundo o jornal, somente no dia seguinte o marchant se deu conta de que tinha esquecido a obra e, após tentar localizar o taxista sem sucesso, apresentou uma denúncia por roubo perante a polícia.

O marchand de arte, que pertence a uma prestigiada família de galeristas, explicou à polícia que o quadro pertence a um conjunto de obras denominado "Concetto Spaziale", realizado por Fontana nos anos 70.

Nascido em uma família de origem italiana, Lucio Fontana tratou de fugir das convenções plásticas do momento graças à introdução de cortes e buracos em suas telas, algumas das quais foram leiloadas por várias dezenas de milhões de euros. EFE