Harris revela acordos com empresas para investir em Guatemala, Honduras e El Salvador

·2 minuto de leitura
A vice-presidente americana, Kamala Harris, se reúne com líderes empresariais com vistas a impulsionar o desenvolvimento inclusivo no Triângulo Norte, na Casa Branca, em 27 de maio de 2021, em Washington

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, revelou acordos com entidades do setor privado para investir na Guatemala, em Honduras e El Salvador, no marco dos seus esforços de enfrentamento da entrada de migrantes do chamado Triângulo Norte da América Central.

Doze empresas e organizações, incluindo Microsoft e Mastercard, aderiram ao plano de ação lançado por Harris na quinta-feira para apoiar o crescimento econômico inclusivo naquela região, origem da maioria dos imigrantes sem documentos que chegam à fronteira sul dos Estados Unidos em busca de refúgio e fugindo da pobreza.

"Abordar as causas fundamentais da migração a partir do Triângulo Norte requer crescimento econômico sustentado e investimento. O setor privado tem um papel importante a desempenhar", tuitou Harris após reunir-se com funcionários das empresas.

Entre eles estavam o colombiano Luis Alberto Moreno, ex-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e atual membro da Junta Diretiva do Fórum Econômico Mundial, e Luis von Ahn, o fundador guatemalteco do Duolingo, também conhecido como o "Mark Zuckerberg latino".

O Gabinete da vice-presidente afirmou que este plano de ação visa a gerar compromissos do setor privado em áreas como inclusão digital e financeira, segurança alimentar, agricultura sustentável, energia limpa e acesso à educação e saúde pública.

A Microsoft afirmou que pretende expandir o acesso à internet para até três milhões de pessoas do Triângulo Norte até julho de 2022, enquanto a Mastercard planeja acrescentar cinco milhões de pessoas ao sistema financeiro e digitalizar um milhão de micro e pequenas empresas, de acordo com um comunicado.

Além disso, a Nespresso se comprometeu a expandir sua rede de fornecedores na Guatemala e começar a obter cafés de qualidade de El Salvador e de Honduras a partir deste ano. A produtora de iogurte Chobani anunciou que levará seu programa de incubadoras de empresas para a Guatemala.

Por sua vez, o aplicativo Duolingo buscará desenvolver o Duolingo ABC em espanhol para reduzir os altos níveis de analfabetismo no Triângulo Norte.

Os bancos multinacionais colombianos Bancolombia e Davivienda anunciaram diferentes projetos para serviços de pagamento digital e acesso a crédito.

E duas grandes organizações sem fins lucrativos, Accion e Pro Mujer, comunicaram que ajudarão na conexão de proprietários de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) para capturar novos mercados, com ênfase especial em famílias de baixa renda e populações rurais e indígenas.

Eles também apoiarão a Escola de Saúde Pública T.H. Chan de Harvard, a associação de assistência a refugiados Tent Partnership for Refugees e o Fórum Econômico Mundial.

Harris, encarregada pelo presidente Joe Biden de enfrentar os desafios da migração irregular da América Central, planeja viajar para a Guatemala e o México de 7 a 8 de junho.

Anteriormente, em sua primeira viagem à América Latina, o secretário de Estado, Antony Blinken, se reunirá com autoridades da América Central e do México nos dias 1º e 2 de junho, na Costa Rica.

ad/gma/bn/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos