Harry e Meghan "não ficaram surpresos" com o comentário da Rainha, afirma biógrafo

·4 minuto de leitura
Britain's Prince Harry and his wife Meghan, Duchess of Sussex, leave Canada House in London, Britain January 7, 2020. REUTERS/Toby Melville
Harry e Meghan "não ficaram surpresos" com o comentário da Rainha, afirma biógrafo(REUTERS/Toby Melville)

A briga entre o Príncipe Harry e Meghan Markle e a Família Real deve se intensificar ainda mais, depois que um "amigo" anônimo, citado pelo biógrafo do casal, declarou que os dois não ficaram nada surpresos com o comentário de que "as lembranças da Rainha podem variar".

No geral, acredita-se que o casal aprovou tacitamente a versão dos fatos publicada na biografia "Finding Freedom", por Omid Scobie e Carolyn Durand, que fala sobre a saída deles da Família Real, ou "a Firma", conforme eles se referem à instituição.

Leia também

Agora, um capítulo atualizado foi publicado na revista norte-americana People, antes da nova edição do livro, que será lançada em 31 de agosto, data em que a Princesa Diana faleceu em 1997.

Se isso não significa que Harry aprovou o livro e o novo conteúdo, é certamente uma grande coincidência.

O amigo anônimo é citado no novo epílogo pelos autores.

"O comentário de que 'as lembranças da Rainha podem variar' não passou despercebido pelo casal que, segundo uma fonte próxima, 'não ficou surpreso' com o fato de que a responsabilidade total pelo ocorrido não tenha sido assumida", escreve Scobie.

"Já se passaram meses e ninguém assumiu a responsabilidade", comentou um amigo de Meghan. "Como é possível seguir em frente assim?"

Copies of 'Finding Freedom', an unofficial biography on Prince Harry and Meghan Markle, the Duke and Duchess of Sussex, are seen on display at a Waterstones bookshop in London, Britain August 12, 2020. REUTERS/Toby Melville
Harry e Meghan "não ficaram surpresos" com o comentário da Rainha, afirma biógrafo (Reprodução: REUTERS/Toby Melville

A declaração sobre a memória da Rainha fazia referência à afirmação do casal de que um membro da Família Real havia questionado a cor da pele do filho deles.

As palavras acusatórias sugerem que Harry e Meghan não estão dispostos a fazer as pazes com a realeza e que já desistiram da ideia ou estão esperando uma manifestação de maior interesse da Rainha e de outros parentes próximos, incluindo o Príncipe Charles e o Príncipe William, para que uma reconciliação seja possível.

Depois da publicação de várias notícias sobre os recentes comentários, Scobie esclareceu a declaração no Twitter

Ele disse: "Os comentários feitos por uma FONTE (detalhe ignorado propositalmente por alguns veículos) eram sobre a falta de responsabilização da instituição real como um todo. Não há 'ataques' contra a Rainha em nenhuma parte do livro".

Apesar da visita de Harry para a inauguração da estátua de Diana no Palácio de Kensington em julho, quando foi fotografado sorrindo e cumprimentando os convidados ao lado de William, a aparente trégua não durou muito.

Harry voltou à companhia de Meghan logo no dia seguinte. O casal permanece em licença parental compartilhada da Archewell Foundation e de diversos projetos de mídia, enquanto cuidam dos filhos Archie, de 2 anos, e da bebê Lillibet.

Scobie revelou à revista People: "Em uma fala memorável, Meghan disse que apenas sobreviver não era suficiente, e agora eles estão no momento de aproveitar a vida".

Ele estava fazendo referência ao famoso comentário de Meghan a Tom Bradby, jornalista da ITV, durante a viagem do casal à África em 2019.

"Nunca pensei que seria fácil, mas achei que seria justo, e essa é a parte mais difícil de aceitar", revelou ela sobre a vida na realeza.

"Venho dizendo ao Harry há muito tempo que apenas sobreviver não é suficiente, concorda? A vida não é para isso. Precisamos aproveitá-la e ser felizes", continuou.

"Eu tentei adotar essa mentalidade britânica de manter sempre a compostura. Realmente me esforcei muito. Mas, na verdade, acho que isso tem consequências internas muito nocivas."

Ela também comentou: "Quando conheci o Harry, meus amigos ficaram superempolgados. Meus amigos americanos ficaram felizes porque eu estava feliz".

"Já os meus amigos britânicos, mesmo sabendo que ele era um amor, disseram que eu devia sair dessa porque os tabloides britânicos destruiriam a minha vida."

No entanto, Meghan e Harry decidiram tentar controlar a narrativa com a saída da Família Real, a mudança para Los Angeles e a entrevista concedida à amiga Oprah Winfrey, na qual revelaram que, durante a primeira gravidez de Meghan, um 'membro importante da Família Real' havia questionado a cor da pele do bebê.

Meghan mencionou "preocupações e conversas sobre quão escura seria a pele do bebê".

No entanto, o biógrafo Robert Lacey contestou a declaração, dizendo que, se essa conversa aconteceu, foi bem no início do relacionamento de Harry e Meghan, sugerindo também que "ninguém falou sobre isso com Meghan".

O casal afirmou que o membro da realeza em questão não foi a Rainha nem o Príncipe Philip

Enquanto a briga na Família Real continua, o casal se prepara para retomar os serviços aos quais agora se dedica. Nesta semana, Harry e Meghan publicaram uma declaração sobre a situação no Afeganistão.

Dizendo estarem 'sem palavras' e 'amedrontados', eles também afirmaram: "como uma comunidade internacional, serão as decisões que tomarmos agora para aliviar o sofrimento das pessoas conhecidas e das que talvez nunca conheçamos que provarão nossa humanidade".

Na entrevista à People, Scobie confirmou que o casal "está muito mais saudável" entrando nessa "era de visibilidade" e que está animado com o que o futuro reserva.

Se esse futuro vai incluir uma reconciliação com o pai, a avó e o irmão mais velho de Harry, parece que não serão Harry e Meghan que estenderão a bandeira branca do outro lado do oceano para dar fim ao confronto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos