Harry e Meghan não irão passar Natal com a rainha

(Arquivo) Em vez de passarem as festas em Sandringham, leste da Inglaterra, o duque e a duquesa de Sussex passarão o feriado de fim de ano com a mãe de Meghan, Doria Ragland, que mora nos Estados Unidos

O príncipe Harry e sua mulher, Meghan, não irão passar o Natal, o primeiro de seu filho, Archie, com a rainha Elizabeth II, da Inglaterra, e a família real, anunciaram nesta quinta-feira (14).

Em vez de passarem as festas em Sandringham, leste da Inglaterra, o duque e a duquesa de Sussex passarão o feriado de fim de ano com a mãe de Meghan, Doria Ragland, que mora nos Estados Unidos.

O casal passou o Natal passado em Sandringham. A decisão de Meghan e Harry, que recentemente mencionaram dificuldades diante do assédio da imprensa, conta com o apoio da rainha, segundo um porta-voz.

No passado, o príncipe William e esposa, Kate, passaram algumas vezes as festas de Natal com os pais da princesa.

Harry e Meghan se casaram em 2018. No começo, os jornais saudaram a chegada da americana de ascendência africana como uma renovação para a família real.

Em seguida, criticaram seu comportamento, após uma série de renúncias apresentadas entre membros do pessoal da casa real e qualificaram Meghan de "duquesa voluntariosa" (Duchess Difficult).

Diante das críticas, o príncipe apresentou no começo de outubro várias demandas contra os jornais Daily Mail e The Sun, acusando-os de violar sua vida privada.

Harry publicou um comunicado no qual diz temer que a "história se repita: perdi minha mãe e agora vejo a minha mulher se tornar vítima das mesmas forças poderosas".

Perseguida por paparazzi em uma moto, "Lady Di" morreu em 31 de agosto de 1997 em um acidente automobilístico em Paris.