'Hasta la vista, baby', diz Boris Johnson ao se despedir dos deputados britânicos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Boris Johnson disse adeus ao Parlamento britânico nesta quarta-feira (20), após sua última sessão de perguntas como primeiro-ministro, na qual defendeu sua carreira e lançou um "hasta la vista, baby!", entre os aplausos dos conservadores e as vaias da oposição.

"Missão amplamente cumprida", assegurou o primeiro-ministro, de 58, fazendo um balanço dos seus três anos de mandato. Ele afirmou que passará as próximas semanas "fazendo o que acredita que os cidadãos esperam que ele faça: avançar nas questões para as quais fomos eleitos em 2019".

"Estes últimos anos foram o maior privilégio da minha vida", acrescentou Johnson.

O premiê anunciou sua renúncia em 7 de julho, depois de perder o apoio de seu Partido Conservador em um contexto de múltiplos escândalos que pesaram em sua popularidade.

Concluiu dizendo: "Hasta la vista, baby!", em espanhol, sob os aplausos de sua bancada, repetindo a famosa frase pronunciada por Arnold Schwarzenegger no filme "Exterminador do Futuro 2".

O sucessor de Johnson será anunciado em 5 de setembro, após um recesso parlamentar que começa na sexta-feira (22).

O líder da oposição trabalhista, Keir Starmer, questionou Johnson sobre a campanha em andamento dentro de seu partido para substituí-lo como líder e inquilino de Downing Street, incluindo o cancelamento de um debate televisionado entre os candidatos na terça-feira.

"Bom, não acompanho a questão com atenção especial", brincou Johnson, entre as risadas dos deputados. Mas aproveitou para dar "um conselho" a quem for suceder-lhe como primeiro-ministro: "Fique perto dos americanos, apoie os ucranianos, lute pela liberdade e pela democracia em todos os lugares; reduza impostos e desregulamente onde puder para tornar este país o melhor lugar para morar e investir".

Os deputados conservadores votam pela quinta e última vez nesta quarta-feira para designar os dois candidatos finalistas para sua sucessão. Em seguida, os quase 200.000 membros do Partido Conservador britânico votarão entre eles.

Restam três candidatos na disputa: o ex-ministro das Finanças Rishi Sunak; a ministra das Relações Exteriores, Liz Truss; e a secretária de Comércio Exterior, Penny Mordaunt.

vg-acc/mar/aa/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos