Heineken, Coca-Cola, Natura e Braskem vão reciclar copos no Rock in Rio

Rock in Rio incentiva que os participantes faça o descarte correto dos resíduos (Getty Image)
Rock in Rio incentiva que os participantes faça o descarte correto dos resíduos (Getty Image)
  • Marcas se juntam para ação sustentável no Rock in Rio

  • O objetivo é reciclar cerca de 4,5 milhões de copos plásticos

  • O material recolhido será utilizado pela Braskem como matéria-prima

Cantar, dançar e chorar ao som das nossas músicas favoritas deixa todo mundo com muita sede. É por isso que um festival gera uma grande quantidade de lixo após o consumo das bebidas que são vendidas no local. Para diminuir o impacto ambiental, empresas vão apostar na reciclagem de copos durante o Rock in Rio.

Uma união entre Heineken, Braskem, Natura e Coca-Cola tem como objetivo reciclar cerca de 4,5 milhões de copos plásticos produzidos para os sete dias do festival. Além disso, o material recolhido na Cidade do Rock será utilizado pela Braskem como matéria-prima para a produção de embalagens de desodorantes da Natura.

“Uma das nossas metas de sustentabilidade é a circularidade. Levar essa ideia para o Rock in Rio e contribuir para um evento mais equilibrado ambientalmente é uma satisfação para nós”, explica Eduardo Picarelli, diretor da Business Unit da marca da Heineken no Brasil.

O festival incentiva que os participantes faça o descarte correto dos resíduos não só nas lixeiras, como também nos pontos de descarte.

“Faz parte do nosso compromisso conscientizar a sociedade sobre o uso e descarte consciente de resíduos plásticos e engajar a todos nessa tarefa que é coletiva. Se a intenção do Rock in Rio é fazer um mundo melhor, queremos ser parte disso”, afirma Ana Laura Sivieri, diretora de marketing e comunicação da Braskem.

Essa não é a primeira vez que as marcas apostam em sustentabilidade. Na edição de 2019 do Rock in Rio, os copos distribuídos pela Heineken foram usados para fazer tampas do desodorante corporal da linha Humor da Natura.