Henrique e Diego apostam na era TikTok em nova música: "Artista vai onde o povo está"

Henrique e Diego em lançamento do EP
Henrique e Diego em lançamento do EP "Lado A Lado B". Foto: Divulgação

Resumo da notícia:

  • Henrique e Diego enxergam o TikTok como plataforma aliada aos artistas

  • Em conversa com o Yahoo, a dupla sertaneja falou sobre o lançamento do EP "Lado A Lado B"

  • Músicos apostam em "Olhinho" como destaque do disco e provável hit das redes sociais

Henrique e Diego entram em uma nova fase da carreira ao completarem 20 anos de estrada na música com o lançamento do EP "Lado A Lado B", disponível em todas as plataformas digitais. Conhecidos por parcerias como "Suíte 14", com MC Guimê, e "Raspão", com Simone e Simaria, os músicos agora buscam atingir o público da geração marcada pelas redes sociais.

Em conversa com o Yahoo, a dupla sertaneja comentou sobre a relação com o público movido pelos hits do TikTok e o potencial de "Olhinho", destaque do projeto, para ganhar espaço no aplicativo de vídeos.

De acordo com Henrique, a identificação da faixa principal do álbum com a era de coreografias na internet foi algo natural. "A gente recebeu a música e ela tinha um recorte que o produtor bateu o olho e falou: ‘Cara, a galera vai dançar coreografia dessa música’", conta ele.

Apesar de confessarem que não estão mais tão inseridos no universo de dancinhas, os músicos reconhecem que a plataforma é um veículo importante para a divulgação de seus trabalhos.

“É uma ferramenta incrível, que entrega para muita gente. Quando as pessoas decoram a coreografia, quem gosta de dançar, decora a coreografia e apresenta para a turma e eles vão aprendendo muito rápido. A gente não tem energia ruim com o TikTok, nós temos energia boa", reflete Henrique ao dizer que para uma música hitar, é preciso considerar uma soma de fatores.

A gente gostaria até de ter uma música dentro do TikTok. Quem que não gostaria de ter uma música número um do Brasil?"Henrique sobre a importância da plataforma

No entanto, Diego ressalta que não pretende se render à pressão de produzir com o objetivo de viralizar. “Tudo o que aconteceu com a gente veio meio que natural, não houve uma cobrança de gravar um hit, uma música que caiba no TikTok", explica o cantor.

Esse tipo de cobrança acaba assustando o artista e nem sempre dá resultado. O que acontece de forma natural se destaca muito mais fácil"Diego sobre pressão para viralizar no TikTok

Henrique ainda comenta sobre a importância de se reinventar com o passar dos anos. "Todo artista precisa…Como se fala na música do Chitãozinho e Xororó…O artista vai onde o povo está. Se o público está dentro das plataformas, a gente vai buscar estar sempre ali, tendo esse contato com os fãs, independente de qual plataforma", conclui o sertanejo.

Com três músicas, o EP "Lado Lado B" traz “Contato Bloqueado”, lançada em dezembro, e as faixas inéditas “Quatro Paredes” e “Olhinho”, destaque do projeto. Aposta do novo trabalho, “Olhinho” retrata aquele amor que foi embora e que diz que já esqueceu, mas envia uma mensagem com emoji de olhinho durante a madrugada no primeiro momento de carência. Confira "Olhinho":

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos