Herança de Pelé: quem são herdeiros do Rei do futebol

Melhor jogador de futebol de todos os tempos, Pelé morreu na última quinta-feira, deixando um enorme legado. Com toda sua história dentro e fora dos campos, o atleta do século foi listado pela revista americana Forbes como um dos dez atletas aposentados com as maiores fortunas no mundo, em publicação de 2014.

Abolição do passe: entenda a importância da Lei Pelé, aprovada quando o Rei era ministro

Assista: filha de Pelé compartilha vídeo de momentos com o Rei na Copa de 2014

Panorama Esportivo: Pelé foi um dos pioneiros na defesa da profissionalização do futebol

A reportagem criou, na ocasião, uma lista com 12 atletas que não estavam mais em atividade, ordenando pelos valores recebidos por eles nos últimos 12 meses. Eles são de sete diferentes países e esportes.

Pelé, o Rei do futebol, segundo o levantamento, teria recebido no período 15 milhões de dólares, o equivalente a R$ 35 milhões naquele período. Para calcular os valores, a Forbes levou em conta salários, produtos licenciados, palestras e patrocínios recebidos no ano passado.

A fortuna do ídolo, no entanto, não é conhecida ao certo, bem como de qual forma será dividida entre os herdeiros. Pelé se casou três vezes, tendo firmado novo matrimônio pela última vez aos 75 anos, em 2016. Ele é pai de sete filhos, sendo que uma delas, Sandra, que enfrentou batalha judicial até ter a paternidade reconhecida, morreu em 2006, em decorrência de um câncer. Os dois só se viram duas vezes após o fim do processo. Sandra deixou dois filhos, Octávio, de 23 anos, e Gabriel, de 21.

No primeiro casamento, com Rose dos Reis Cholbi, Pelé teve três filhos: a produtora audiovisual e cineasta Kely Nascimento, de 54 anos; Edson Nascimento, de 51, além da DJ Jennifer Nascimento, de 43 anos. A primogênita mudou-se para Nova York, nos Estados Unidos, ainda na década de 1970, junto ao pai, e fez do local sua residência até hoje. Por lá ela se casou e teve quatro filhos.

A história das fotos inéditas da vida pessoal de Pelé: veja as imagens nunca divulgadas da intimidade do Rei

Já Edson, conhecido como Edinho, seguiu os passos de Pelé e fez carreira no futebol. Passou por alguns times nacionais como goleiro e atuou até como técnico. Vivendo no Brasil e pai de duas filhas, ele também enfrentou problemas com a justiça, quando foi acusado de lavagem de dinheiro e associação para o tráfico por, segundo autoridades, envolvimento com uma quadrilha, em 2005. Passou um período na prisão e foi condenado, recebendo pena de 33 anos. Teve, porém, a pena reduzida para 12 anos e responde em liberdade.

Já Jennifer também vive nos Estados Unidos. Em suas redes sociais, costuma compartilhar trechos de seus trabalhos, publicações inerentes ao universo das artes, além de registros com a família.

Reprovado: psicólogo considerou Pelé infantil e sugeriu que o Rei não fosse convocado para a Copa de 1958

Pelé também é pai de Flávia Christina Kurtz, de 43 anos. Nascida em Porto Alegre, ela é fruto de um romance do Rei do futebol com a jornalista Lenita Kurtz (na época, o craque ainda estava em seu primeiro casamento). Criada pelo padrasto, soube da paternidade quando tinha 18 anos. A história ficou em segredo até que ela pudesse decidir o que faria. Aos 20, decidiu conhecer Pelé. E foi muito bem recebida por ele. Flávia é formada em fisioterapia.

Em 1994, Pelé se casou novamente com a cantora gospel Assíria. Com ela, teve dois filhos gêmeos: Joshua e Celeste, de 24 anos. Os dois se formaram na Universidade de Tampa, na Flórida, em 2019. Celeste é discreta na web, enquanto o irmão divide com os seguidores cliques de viagens e do trabalho. Ele é atleta de levantamento de peso. Nas redes, Kely, a irmã mais velha dos dois, se referiu aos caçulinhas com um apelido carinhoso: "pintinhos".

Em 2016, Pelé se casou pela última vez, com Marcia Aoki, em uma pequena cerimônia no Guarujá, litoral norte de São Paulo, que teve a presença de 100 convidados. Eles não tiveram filhos.