Herdeiros de Sessim e Abrão David buscam saída para manter poder em Nilópolis

·3 min de leitura

RIO — Unidos pela política e pelo samba, os herdeiros das famílias Sessim e Abrão David, que desde os anos 1970 comandam a política em Nilópolis, cidade da Baixada Fluminense, pacificaram a relação e definiram os candidatos do clã a deputado federal e estadual nas eleições do ano que vem. Depois de impasses, foram escolhidos Ricardo Abrão e Marcelo Sessim, respectivamente. Mas a paz aparente pode estar com os dias contados, colocando sob risco o poder do grupo.

Um acordo entre membros dos Abrão e o presidente da Câmara Municipal, Rafael Nobre (PTB), ameaça a dobradinha familiar. Nobre teria o apoio para sua candidatura a deputado estadual, dividindo votos com Marcelo. Neste cenário, que resultaria em novo impasse entre as famílias, os Sessim teriam como carta na manga o ex-prefeito Sérgio Sessim para uma disputa ao Congresso, brigando pelo eleitorado de Ricardo.

Segundo articuladores da família, a campanha a deputado seria um plano “B” para Sérgio, que tem o retorno à prefeitura de Nilópolis em 2024 como prioridade, causando um novo problema ao clã. O ex-prefeito atrapalharia a reeleição do atual, Abraão David Neto (PL), o Abraãozinho, primo de Ricardo.

Influência de Anízio

Enquanto isso, na escola de samba da Beija-Flor de Nillópolis, território também dominado pelo clã, o patrono Aniz Abraão Davi, o Anízio, tem no amigo e ex-prefeito de Teresópolis, na Região Serrana, Mário Tricano um nome para as eleições ao Congresso ou à Assembleia Legislativa. O apoio também colocaria em xeque a pacificação entre os Sessim e os Abrão.

Anízio tem se mantido, por enquanto, afastado das indicações para 2022 e ainda não se mostrou favorável a nenhuma pré-candidatura. Interlocutores apostam numa aproximação com Rafael Nobre. Nas eleições municipais do ano passado, Anízio foi determinante na escolha de Abraãozinho para a disputa da prefeitura de Nilópolis.

A eleição de representantes dos Sessim e Abrão é importante para as famílias manterem o poder em Nilópolis e o legado deixado pelo ex-deputado federal por dez mandatos consecutivos Simão Sessim e pelo ex-prefeito Farid Abrão David. Ambos morreram de Covid. Marcelo e Sérgio são filhos de Simão Sessim e primos de Ricardo Abrão, que é filho de Farid e sobrinho de Anízio, além de primo do prefeito Abraãozinho.

Marcelo, que é médico e tentará pela primeira vez um cargo político, diz que mantém bom relacionamento com Ricardo. Ele descarta um acordo para abrir mão da candidatura em favor de Nobre. Marcelo aposta na pacificação e, mesmo que haja algum rompimento, diz que a relação construída por Simão e Farid está na mente do eleitor, que não separa as famílias.

— Existe a associação natural em Nilópolis. O eleitor vota nessa dobradinha. Vou manter a trajetória do meu pai de dez mandatos e concorrer pelo mesmo partido dele, o PP — afirma Marcelo, que questiona o motivo pelo qual levaria Ricardo a apoiar Nobre: — Poderiam até dizer que seria para garantir a governabilidade do Abraãozinho. Mas na Câmara o prefeito nem maioria tem.

Procurado, Ricardo não comentou as candidaturas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos