Herói na semi, Rodrygo pode ser 'novo Lucas' em decisão da Champions

Será que Rodrygo terá o mesmo destino de Lucas após decidir a semifinal? (Foto: Chloe Knott - Danehouse/Getty Images)
Será que Rodrygo terá o mesmo destino de Lucas após decidir a semifinal? (Foto: Chloe Knott - Danehouse/Getty Images)

LONDRES (INGLATERRA) – Rodrygo vive um verdadeiro conto de fadas na reta final da Liga dos Campeões de 2021/22 – pelo menos até o momento. Herói da classificação do Real Madrid à final com dois gols já nos acréscimos contra o Manchester City, o atacante, no entanto, pode repetir a mesma experiência amarga do compatriota Lucas há três anos: começar a grande decisão no banco de reservas.

Para aqueles com memória curta, Lucas foi, assim como Rodrygo, o grande herói na semifinal da temporada de 2018/19. Após o Tottenham perder o jogo de ida por 1 a 0 para o Ajax, dentro de casa, em Londres, o time inglês precisava de uma partida perfeita em Amsterdã para alcançar a final.

Leia também:

A missão que já era difícil se tornou ainda mais ‘impossível’ quando o Tottenham viu o Ajax marcar dois gols e terminar o primeiro tempo do jogo de volta, na Holanda, com uma vitória por 2 a 0. Apenas um milagre – uma virada, ou seja, três gols na etapa final – colocaria a equipe em Madri. E conseguiu graças ao brasileiro. Lucas foi o autor dos três gols, sendo os dois primeiros aos 10min e 14min, e o último, o decisivo, aos 51min do segundo tempo, já no fim dos acréscimos.

Lucas vivia um de seus melhores momentos com a camisa do Tottenham. No entanto, para a grande final contra o Liverpool, na capital espanhola, a equipe teria o retorno de Harry Kane, que estava de fora há quase dois meses por conta de uma lesão no joelho. Mauricio Pochettino, então técnico dos Spurs, preferiu manter o trio formado por Son, Dele Alli e Eriksen, optando, assim, pela saída do brasileiro para a volta do ídolo inglês.

O resultado? Esse, sim, todos se lembram. O Liverpool abriu o placar em um pênalti polêmico com dois minutos de jogo, Lucas entrou no segundo tempo, mas com pouco menos de 25 minutos para o fim da partida, pouco pôde fazer. Divock Origi, já nos minutos finais, decretou o 2 a 0 e o título aos Reds. O resultado negativo impulsionou as críticas ao treinador por conta de sua decisão.

Diferentemente de Lucas, Rodrygo não é titular absoluto do Real Madrid. O brasileiro, no entanto, começou a partida de ida, em Manchester, que terminou com derrota para os donos da casa por 4 a 3, e veio do banco para virar o herói do clube espanhol no Santiago Bernabéu.

Quando questionado sobre a equipe titular, Carlo Ancelotti diz que já está tudo decidido, apesar do mistério para a imprensa. “Rodrygo pode ser titular, mas quando entrou, fez a diferença. Ele não me preocupa, sei perfeitamente o que ele é capaz de fazer. Está claro que não é um jogo apenas para 11 jogadores, é para muitos outros jogadores. Não tenho dúvidas do time que vai começar em Paris. Minha única dúvida é quem será mais importante. Os que começam ou os que terminam o jogo”, disse o treinador italiano.

Rodrygo participou de 48 partidas pelo Real Madrid nesta temporada, com nove gols e nove assistências. Destes, o brasileiro foi titular em 25, enquanto em 23 deles ele veio do banco de reservas. Seus principais concorrentes serão Marco Asensio e Federico Valverde, dependendo da formação tática que Ancelotti optar para o duelo contra o Liverpool.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos