Hervé Renard, técnico da Arábia Saudita, é chamado de 'mago branco' e parecido com ator

Hervé Renard quando comandava o Marrocos na Copa Africana das Nações. Foto: Ulrik Pedersen/NurPhoto via Getty Images
Hervé Renard quando comandava o Marrocos na Copa Africana das Nações. Foto: Ulrik Pedersen/NurPhoto via Getty Images

Atual campeã mundial, a França tem a fama de exportar técnicos para vários cantos do mundo. Outro exemplo disso é o técnico Hervé Renard, de 54 anos, que pela primeira vez apareceu na Copa do Mundo pela Seleção da Arábia Saudita. E que aparição! Em uma das maiores zebras da história das Copas, os sauditas venceram a Argentina de virada por 2 a 1.

Como jogador, Hervé atuou de 1986 até 1998 dentro do seu país pelas equipes do Cannes, Vallarius e pendurou as chuteiras no SC Draguignan. Era reconhecido pelas suas atuações como defensor e nessa época trabalhou com Arsene Wenger. Foi justamente nesse seu último clube que Renard iniciou a sua trajetória de técnico.

Leia também:

Hervé não é tão conhecido assim na França, ou seja, treinou apenas o Sochaux e Lille em épocas de vacas magras. Quanto ao Sochaux, ficou apenas sete meses na temporada 2013/14, amargou descenso para Ligue 2 e foi desligado. Já no Lille fez apenas 14 jogos entre as temporadas 2014/15 e 2015/16.

Renard precisou ir ao continente africano para ganhar visibilidade. Treinou o clube argelino USM Alger, foi auxiliar na Seleção de Gana, depois como técnico orientou as seleções de Zâmbia, Angola, Costa do Marfim, Marrocos e encontra-se na Arábia Saudita. O seu contrato com a seleção saudita é válido até 2027.

Esse longo ciclo em terras africanas lhe rendeu dois títulos da Copa Africana de Nações com a Zâmbia, em 2011/12, e com a Costa do Marfim em 2014/15. A conquista de Hervé com os marfinenses lhe deu apelido de “mago branco” por sempre usar camisas brancas e calças azuis. Ganhou projeção internacional na Copa de 2018 devido a sua semelhança com ator Nikolaj Coster Waldau, que interpretou o personagem Jaime Lannister na série Game of Thrones.

Renard foi para sua primeira Copa com Marrocos em 2018 na Rússia. Os marroquinos foram eliminados na primeira fase com derrotas para Portugal, Irã e empate na sua “despedida” frente ao Irã.

Prestigiado pela cúpula saudita, Hervé tem a chance de escrever outro capítulo de sua história na Copa do Mundo. Além da Argentina de Messi, pode “beliscar” uma vaga no “mata-mata” se surpreender México e Polônia. Renard chama atenção por trabalhar as suas equipes com linha alta.