Hillary Clinton revela que parou de usar vestidos por causa de foto usada em anúncio de lingerie brasileira

***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 22.06.2012 - A ex-primeira dama dos Estados Unidos, Hillary Clinton. (Foto: Jorge Araújo/Folhapress)
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 22.06.2012 - A ex-primeira dama dos Estados Unidos, Hillary Clinton. (Foto: Jorge Araújo/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um episódio que aconteceu no Brasil em 1995 afetou a ex primeira-dama dos Estados Unidos. Hillary Clinton, 74, revelou em uma recente entrevista que deixou de usar vestidos após uma foto tirada durante um encontro entre ela e Ruth Cardoso, mulher do então presidente brasileiro Fernando Henrique. A imagem virou até campanha publicitária de uma marca de lingerie por conta de um flagra: a peça íntima da política ficou à mostra por conta da cruzada de pernas.

"Eu estava sentada em um sofá e a imprensa entrou. Havia um monte de fotógrafos tirando fotos", começa Hillary contando sobre a situação. "De repente, a Casa Branca é alertada para esses outdoors que me mostravam sentada com, o que eu pensei, que eram minhas pernas juntas. Mas do jeito que foi fotografado, ficou meio sugestivo", contou ao programa "Monday Morning" da CBS.

Após o incidente, Hillary ainda relatou que passou a notar que nos eventos os fotógrafos se posicionavam de forma estratégica abaixo dela. Todos os profissionais ficaram ávidos para tentar outra situação indiscreta. "Percebi que eles estavam sempre querendo me pegar de surpresa", contou ela que a partir daí adotou os conjuntos com calças compridas nas suas aparições. "Eu não conseguia lidar com aquilo, com a repercussão. Então, eu comecei a usar calças".

A revelação surpreendeu até Chelsea Clinton, sua filha, que não sabia da história. "É muito assustador e de longe foi a maior revelação surpresa que tive com relação a minha mãe. Não sabia", comentou ela sobre o desabafo de Hillary.