Cetro do presidente do Senado da Nigéria é roubado durante sessão

Abuja, 18 abr (EFE).- Um grupo de dez homens vinculados a um senador sancionado interrompeu nesta quarta-feira uma sessão no Senado da Nigéria e roubou o cetro do seu presidente, segundo informaram meios de comunicação locais.

Segundo o jornal "Premium Times", os ladrões entraram na câmara junto ao senador em questão, Ovie Omo-Agege, e levaram o cetro, símbolo de autoridade da instituição parlamentar, antes de fugir em uma caminhonete preta.

"Tentamos detê-los, mas nos disseram que estavam com ele (Omo-Agege)", explicou um dos guardas do Senado.

Uma hora depois do incidente, a sessão foi retomada com um cetro reserva.

O porta-voz do Senado, Sabi Abdullahi, revelou que foi ordenado ao chefe da polícia e ao diretor-geral dos serviços de inteligência que "recuperem o cetro roubado pelos rufiões no prazo de 24 horas".

"É um ato de traição, uma tentativa de derrubar um dos braços do governo federal da Nigéria pela força, e deve ser tratado como tal. Todas as agências de segurança devem mobilizar seu pessoal para recuperar o cetro e capturar o líder e os culpados", destacou Abdullahi.

Omo-Agege foi sancionado na semana passada após fazer declarações polêmicas sobre uma emenda à lei eleitoral. EFE