Holanda, último país da UE a iniciar campanha de vacinação contra covid-19

·1 minuto de leitura
A cuidadora Sanna Elkadiri recebe a primeira dose da vacina Pfizer-BioNTech em Veghel, sul da Holanda

Uma profissional da saúde foi a primeira pessoa a receber a vacina contra a covid-19 na Holanda, o último país da União Europeia (UE) a iniciar a campanha de vacinação em meio a fortes críticas pela lentidão do processo.

A primeira dose da vacina Pfizer/BioNTech foi aplicada em Sanna Elkadiri, uma cuidadora de 39 anos que trabalha em uma casa de repouso na cidade de Veghel, sul do país.

O ministro da Saúde, Hugo de Jonge, afirmou à imprensa que foi "um momento incrível".

"Finalmente, depois de 10 meses estamos começando a acabar com a crise", disse.

O governo holandês foi muito criticado por sua lentidão para começar o processo de vacinação. O primeiro-ministro Mark Rutte admitiu esta semana que estava "realmente decepcionado".

Funcionários de hospitais que mantêm contato com os pacientes de covid-19 serão os primeiros a receber a vacina, ao lado dos trabalhadores das casas de repouso do sul do país.

A Holanda foi o último país da UE a iniciar a campanha de vacinação, que começou em 27 de dezembro em vários países do bloco.

smt-dk/pma/at/sba/pc/es/fp