Holanda perde para Turquia no início das Eliminatórias Europeias para 2022

·3 minuto de leitura

Na partida que abriu as Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2022, uma surpresa: a favorita Holanda estreou mal e foi derrotada por 4 a 2 pela Turquia, que jogou em casa, nesta quarta-feira.

Na vitória dos anfitriões, em Istambul, brilhou a estrela do atacante Burak Yilmaz, que marcou três gols no jogo inicial do Grupo G do torneio classificatório para o Mundial do Catar.

Yilmaz, atacante do francês Lille, marcou dois gols no primeiro tempo (nos minutos 15 e 34, de pênalti).

Na etapa seguinte, Hakan Calhanoglu (46) aumentou a conta para os donos da casa, enquanto os holandeses diminuíram através de Davy Klaassen (75) e Luuk De Jong (77 ). Mas Yilmaz decretou o placar final balançando as redes adversárias novamente no minuto 81.

Os visitantes poderiam ter diminuído a diferença, caso Memphis Depay não tivesse desperdiçado uma cobrança de pênalti já nos acréscimos finais (90+5).

Este resultado no estádio Atatürk representa um revés retumbante para o time teoricamente favorito para terminar líder da chave, que conta ainda com a Noruega, Montenegro, Letônia e Gibraltar.

"Estamos muito decepcionados com o resultado e também com a forma em que ocorreu", reconheceu o técnico holandês, Frank De Boer, à rede de televisão NOS.

Não é a primeira vez que a Holanda é derrotada fora de casa pela Turquia. Em setembro de 2015 perdeu por 3 a 0, em Konya, um resultado que tirou os holandeses da Euro 2016.

A seleção holandesa também não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia e sua última presença em um grande torneio internacional foi no Mundial de 2014, no Brasil, onde terminou em terceiro lugar, quatro anos depois de ser vice-campeã na África do Sul.

Após se classificar para a Eurocopa 2020, que foi adiada para junho e julho de 2021 devido à pandemia, conseguir a vaga para o Mundial do Catar em 2022 é uma prioridade para uma das tradicionais potências do futebol europeu após a renovação na equipe, mas a derrota nesta quarta-feira levanta muitas dúvidas.

A Holanda, ausente do Euro 2016 e da Copa do Mundo de 2018, passou por uma profunda renovação geracional, mas a derrota desta quarta-feira complica seu caminho em uma chave na qual Noruega e Montenegro venceram como visitantes as seleções de Gibraltar (3-0) e Letônia (2-1), respectivamente.

- Noruega protesta e vence; Haaland não marca -

Apesar de contar com Erling Haaland, a jovem sensação do ataque norueguês passou em branco nesta quarta. Quem marcou na vitória sobre Gibraltar foram Alexander Sorloth (43), Kristian Thorstvedt (45) e Jonas Svensson (57).

Antes da partida, os jogadores da Noruega fizeram um protesto denunciando a situação dos trabalhadores migrantes no Catar, país anfitrião da Copa do Mundo no próximo ano.

Haaland, Martin Odegaard e seus companheiros exibiram uma camisa branca com a frase "Direitos humanos, dentro e fora de campo" enquanto os hinos dos países eram executados no Victoria Stadium.

Nesta primeira série de jogos pelas Eliminatórias Europeias, a Holanda tem pela frente a Letônia, no sábado, em Amsterdã, e Gibraltar, fora de casa, na terça-feira.

Já a Turquia, encara em seguida a Noruega, em Málaga (Espanha), e depois recebe a Letônia, na terça-feira da próxima semana.

bur-gkg/dr/mcd/lca/aam