Hollande garante ‘vigilância absoluta’

Logo após o tiroteio em Paris, o presidente francês, François Hollande, declarou total apoio às forças de Segurança às vésperas de uma das mais incertas e disputadas eleições presidenciais do país.