Homem é detido com arma de fogo próximo a colégio eleitoral em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um homem foi preso na manhã deste domingo (30) por portar uma arma de fogo próximo a um colégio eleitoral na Vila Maria, zona norte de São Paulo.

Segundo informações iniciais, o suspeito estava em uma moto preta e, ao passar no entorno da escola João Vieira de Almeida, encarou os policiais militares que faziam a segurança do local.

Logo depois ele foi abordado por outros PMs, que encontraram a arma de fogo. O nome do homem detido não foi divulgado.

De acordo com a Polícia Militar, a suspeita é que ele tinha participado de um roubo pouco antes de ser preso.

A prisão elevou o grau de atenção das equipes da Polícia Militar que fazem a segurança dos colégios eleitorais de São Paulo. No primeiro turno, dois policiais militares foram baleados na zona sul.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) proibiu o porte de armas perto de seções eleitorais nos dias das votações, nas 48 horas anteriores e na data seguinte ao pleito. Nesse período, pessoas não podem carregar armas dentro de um raio de 100 metros das seções eleitorais e em outros imóveis que a Justiça Eleitoral estiver utilizando no pleito. Apenas agentes em serviço e autorizados pela autoridade eleitoral são exceções e poderão carregar as armas de fogo.