Homem é preso após abusar de criança refugiada da Ucrânia em Portugal

Um homem estrangeiro de 41 anos, acusado de abusar sexualmente de uma criança refugiada da Ucrânia no mês passado, foi preso pela Polícia Judiciária e agentes do Departamento de Investigação Criminal da cidade de Guarda , em Portugal. O crime ocorreu no mês passado, quando a vítima de apenas 6 anos estava em um centro de acolhimento na cidade.

Conforme comunicado divulgado pelas autoridades nesta sexta-feira, o autor também estava abrigado no local do crime, onde são acolhidas pessoas de diferentes nacionalidades.

A polícia informou que o homem vai permanecer em prisão preventiva até que a Justiça possa determinar se ele vai responder pelo caso em prisão domiciliar, com o uso de pulseira eletrônica.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras português registrou mais 40 mil residência temporárias a pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia, segundo dados divulgados até esta segunda-feira. Conforme dados da ONU, mais de 7,2 milhões de pessoas deixaram a Ucrânia desde o início na guerra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos