Homem é preso após fingir por 4 anos ser do exército chinês para conquistar mulheres

Um homem foi preso na China no final de dezembro após ter tido sua identidade falsa descoberta pela polícia do condado de Ji'an, na província de Jianxi. Segundo as autoridades, o suspeito se passou por um coronel sênior do exército durante quatro anos com o objetivo de impressionar mulheres.

O flagra ocorreu quando Zhu se apresentou num posto médico para fazer um teste de Covid-19. Ele estava vestido a caráter, exibindo suas insígnias de um oficial do alto escalão que, no final das contas, eram todas falsas. O homem entregou sua documentação, também fraudada, para a equipe de saúde. No entanto, foi verificado que o nome dele não constava no banco de dados. Por fim, a polícia foi acionada.

Zhu não foi capaz de se explicar para os agentes, que levaram-no a uma delegacia no município de Ao, onde ele acabou confessando que forjou seus documentos.

Segundo o homem, ele sempre sonhou em ter um status de respeito no exército chinês e percebia que as mulheres se interessavam por oficiais. Zhu relatou ter encontrado um uniforme realista pela internet em 2018 e o adquiriu. Dali em diante, resolveu viver como se fosse um militar. Não foi relavado, contudo, se Zhu de fato arrumou namoradas ao longo dos quatro anos que fraudou sua identidade.