Homem é preso com fuzil em frente a casa de jornalista iraniana em Nova York

A polícia de Nova York prendeu um homem armado com um fuzil de assalto AK-47 que se encontrava em frente à casa da jornalista iraniano-americana Masih Alinejad, conhecida por suas críticas ao regime do Irã.

Alinejad, 45, foi alvo de um plano de sequestro elaborado por agentes da inteligência iraniana no ano passado, segundo a promotoria americana.

Khalid Mehdiyev foi acusado de posse de arma de fogo com o número de série apagado, e um juiz ordenou a sua prisão sem direito a fiança. A polícia encontrou um AK-47 carregado e 66 cartuchos de munição no carro de Mehdiyev.

"Essas são as cenas aterrorizantes que capturam um homem que tentou entrar na minha casa em Nova York com uma arma carregada para me matar", tuitou Masih Alinejad, acrescentando imagens de câmeras de segurança.

A jornalista é conhecida por suas críticas ao regime clerical iraniano, incluindo a exigência de que as mulheres usem véu. Ela fundou o movimento My Stealthy Freedom, que encoraja as mulheres a tirarem o hijab.

Em julho do ano passado, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou as acusações contra quatro agentes da inteligência iranianos que teriam planejado sequestrar a dissidente e levá-la clandestinamente para o Irã, a fim de prendê-la. O Irã classificou as acusações americanas de "infundadas e absurdas".

pdh/caw/afa/yow/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos