Homem é preso em desmanche de caminhões na zona norte de SP

·2 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHPARESS) - A Polícia Civil prendeu em flagrante nesta sexta-feira (19) o dono de uma reformadora de veículos na Vila Maria, zona norte da capital paulista, onde foram encontradas peças de veículos adulteradas que seriam comercializadas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, agentes da 4ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Furtos, Roubos e Receptações de Veículos e Cargas, do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) foram até o estabelecimento para notificar o proprietário a respeito de um inquérito que investiga o fornecimento de peças veiculares adulteradas.

"O homem afirmou que não iria comparecer à delegacia para prestar esclarecimentos sobre os fatos", afirma a pasta, em nota. Ainda segundo a SSP, foi neste momento em que os policiais decidiram fazer uma vistoria no local. Durante as buscas, diversas irregularidades foram encontradas pelos agentes.

Foi achada uma cabine da montadora Mercedes Benz, sem as etiquetas de identificação obrigatórias. Nela, havia sinais de retirada do logotipo da empresa para impedir a identificação da cabine. Também tinha sido retirada a inscrição da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

Os policiais também constataram sinais evidentes de reimplante de plaquetas de identificação VIN (Número de Identificação do Veículo), que podem ser instalados apenas pelas montadoras para atrelar a cabine ao número do chassi do caminhão.

Na vistoria, os agentes do Deic também localizaram um caminhão Volvo com a cabine desacoplada e apoiada no chão. Segundo a SSP, o grupo constatou "claros sinais de reinstalação" nas etiquetas de identificação obrigatórias que ficam na coluna da porta lateral direita da cabine e nas plaquetas da montadora com a identificação do caminhão.

"Um pouco mais a frente, os policiais ainda localizaram uma cabine completamente danificada e constataram que as etiquetas de identificação VIN, existentes na porta lateral do lado do motorista e no painel corta-fogo, faziam referência a outro caminhão, comprovando a troca indevida da cabine", afirma a secretaria.

Questionado sobre o cenário encontrado, o responsável pelo local não soube informar a procedência exata das peças, nem apresentou o motivo de estar sem a identificação e não possuir documentação correspondente às peças veiculares conforme os preceitos legais determinam.

Os materiais encontrados pelos agentes foram apreendidos e encaminhados para perícia.

O homem foi preso em flagrante e indiciado por receptação qualificada. Segundo a SSP, as investigações prosseguirão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos