Homem é preso em flagrante por tentativa de feminicídio contra ex-companheira e cárcere privado

Um homem foi preso em flagrante, nessa segunda-feira (25), após ferir com golpes de faca a ex-companheira, em Itaguaí, na Baixada Fluminense. Edyr Nuzael da Cruz Junior, de 30 anos, foi encontrado em Seropédica após agredir a mulher. Ao tentar se proteger para não ser ferida no rosto e no pescoço, áreas as quais o homem tentava atingir, ela teve lesões graves em uma das mãos. Mesmo ferida, ela foi mantida em casa por algumas horas, o que também classificou o caso como cárcere privado.

Policiais civis da 50ª DP (Itaguaí) prenderam Edyr em flagrante quando a mulher conseguiu dar entrada no Hospital Municipal de Itaguaí para receber atendimento devido aos ferimentos. A delegacia foi acionada e ele foi capturado no município de Seropédica, após levantamento de informações de inteligência.

A vítima foi surpreendida pelo ex-companheiro ao abrir a porta de casa, por volta das 9 horas, na segunda-feira. Ele estava escondido debaixo do carro da mulher. Em seguida, Edyr entrou na casa dela e tentou golpeá-la com uma faca no pescoço e peito. Quando ela se defendeu, foi ferida em uma das mãos de forma grave.

Operação no Alemão: Laudo do IML confirma que mulher morta após sair da igreja levou um tiro no peito

Sob ameaças, Edyr manteve a vítima e os filhos em cárcere privado, que depois de horas conseguiram o convencer que a mulher precisava de socorro médico devido aos cortes.

— O autor, inconformado com a separação, invadiu a residência da vítima, se escondendo embaixo do seu carro. Aproveitou o momento que esta abria a porta para atacá-la. A vítima se defendeu e ainda teve lesões no braço e no peito. Após essas lesões, o autor ainda a manteve em cárcere privado por algumas horas, com um grande terror psicológico, dizendo que iria matá-la — contou o delegado Marcos Santana Gomes, em entrevista ao "Bom Dia Rio", da TV Globo.

Ele permitiu que ela fosse ao hospital sob a condição de que usasse uma blusa de manga e gola alta para esconder as agressões e que relatasse no hospital que tinha brigado com a irmã. Na unidade de saúde, o relato do motivo dos machucados despertou desconfiança na equipe, que acionou a polícia.

Ao sair da casa da vítima, o acusado levou todos os celulares e o veículo dela para que ninguém pedisse ajuda. Isso foi configurado como roubo. O autor foi preso com o carro da vítima, em Seropédica. Com Edyr foram encontradas três facas e quatro celulares. Ele foi conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante e deve ser indiciado por tentativa de homicídio, cárcere privado e roubo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos