Homem é preso em flagrante por tráfico internacional de armas

Um homem foi preso, nesta segunda-feira, na operação Parts Express da Polícia Federal para coibir o tráfico internacional de armas de fogo no Rio. Ele seria responsável por importar armas de fogo e fornecer o arsenal para milícias e facções ligadas ao tráfico de drogas. O homem foi preso em flagrante delito pelo crime de tráfico internacional de arma de fogo e encaminhado para a Superintendência Regional da Polícia Federal.

Medo no campus: 'Ele está com medo até de descer do prédio', diz pai de aluno sequestrado no Cefet; estudantes vivem insegurança

Violência: Mulher brutalmente agredida e esfaqueada relata alívio com prisão de ex-marido, diz irmã da vítima

Prisão na Região dos Lagos: Polícia prende acusado de ser aliado do grupo do miliciano Tandera

Durante a ação, foram cumpridos, ainda, dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal, em Itaguaí e Bonsucesso. Foram apreendidos quatro pacotes postais vindos da China endereçados a ele com peças de fuzil. Com as peças foram encontrados acessórios que permitem transformar uma pistola em submetralhadora, assim como diversas outras peças de arma de fogo.

De acordo com a investigação, as negociações seriam feitas em grupos de aplicativos de mensagem.

O preso não tinha autorização legal para a promover a entrada de armas, controladas no país, nem para possuir arma de fogo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos