Homem é preso em flagrante após matar ex-companheira na Baixada Fluminense

Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam em flagrante, neste sábado, um homem acusado de feminicídio praticado contra a ex-companheira, em Duque de Caxias. A mulher foi atingida por disparos de arma de fogo no rosto, que ficou desfigurado. Reycharleson Nicolau da Silva chegou a forjar um assalto e atirou na própria perna, de raspão, na tentativa de esconder a autoria do crime. No carro, os agentes apreenderam três estojos de calibre 9mm.

Os policiais foram acionados para uma unidade de saúde em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde a vítima, Yasmin Sousa da Silva, e o autor deram entrada. Ele estava com um ferimento por arma de fogo na perna, mas teve alta.

Na delegacia, o acusado informou que, na sexta-feira, teria buscado Yasmin no curso e o casal teria sido abordado por dois homens armados, que tentaram roubar o carro deles, mas como não conseguiram, acabaram atirando contra os dois.

No entanto, a perícia constatou que o relato não era factível, uma vez que o local onde o criminoso disse ter sido assaltado era próximo à viatura da Polícia Militar, e que, de acordo com a corporação, “seria impossível os policiais militares não ouvirem e intervirem no caso”.

Além disso, o tiro que atingiu o autor foi de raspão na perna esquerda em linha ascendente, o que comprova que foi o próprio que disparou contra si mesmo. Segundo o autor do crime, ele teria conseguido fugir sem sofrer outro ferimento, enquanto sua ex-companheira foi atingida com disparos de arma de fogo no rosto, que ficou desfigurado.

Testemunhas ouvidas disseram que, no dia anterior, o detido teria ido até a casa da vítima armado. Reycharleson Nicolau da Silva já tinha anotações por violência doméstica.