Homem é preso na França por misteriosos ataques com agulhas em boates e festivais de música

Promotores franceses acusaram um homem de 20 anos no sul da França por uma série de ataques com agulhas de seringas em boates e festivais de música que criaram um clima de pânico e alarmaram as autoridades.

Sequência de tiroteios em massa: EUA registraram mais de um ataque a tiros por dia em 2022

Batalha: Cientistas alertam que mortes de golfinhos no Mar Negro podem estar relacionadas à guerra na Ucrânia

Em resposta à Coreia do Norte: Coreia do Sul e EUA disparam oito mísseis balísticos

O homem foi preso e acusado no domingo, dois dias depois que cerca de 20 pessoas relataram ataques com agulhas na noite de sexta-feira durante um show televisionado em Toulon (sul da França).

Uma mulher foi hospitalizada e a polícia precisou intervir devido ao pânico gerado por esses ataques.

O homem, que foi identificado por duas mulheres, foi acusado de agressão premeditada com violência, segundo os promotores. O detido nega as acusações.

Desde o início do ano, houve pelo menos 100 incidentes semelhantes em todo o país, com jovens alegando terem sido feridos com agulhas em boates e festivais de música.

Outros novos ataques parecidos ocorreram no último fim de semana em dois festivais de música. Seis adolescentes, de 17 e 18 anos, relataram ter perfurado as mãos ou braços, durante um festival em Belfort, no leste da França.

Outras sete pessoas indicaram ter sofrido ferimentos com agulhas no festival Vic-Fezensac, no sudoeste do país, onde um indivíduo foi preso, segundo o procurador regional Jacques-Edouard Andrault.

A maioria das vítimas desde o início do ano é de mulheres jovens, que muitas vezes sofreram náuseas, vertigens ou dores fortes após os ataques.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos