Homem é resgatado após resistir por uma semana a assédio de urso no Alasca

·1 minuto de leitura

Um homem que resistiu durante uma semana inteira aos ataques de um urso pardo no Alasca se recupera de seus ferimentos após ter sido encontrado em um acampamento, informou a guarda costeira americana.

Os tripulantes de um helicóptero que fazia um voo de rotina sobre a costa do Alasca viram um sinal de SOS escrito no teto de uma cabana na sexta-feira passada, informou a guarda em nota. Quando voltaram para examinar a mensagem, viram um homem erguendo as mãos para o alto.

Esse gesto é "considerado internacionalmente um sinal de pedido de socorro", destaca o comunicado.

"Os tripulantes aterrissaram e fizeram contato com o indivíduo, que precisava de ajuda médica após ter sido atacado por um urso dias antes", prossegue.

A vítima sofreu uma lesão na perna e contusões no tórax. O homem contou às autoridades que durante uma semana foi assediado pelo urso, que voltava ao seu acampamento todas as noites.

O homem foi levado para a localidade próxima de None para ter seus ferimentos tratados.

rle/kas/bfm/gm/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos