Homem agride e desmaia mulher com soco em show após críticas a Bolsonaro

Homem agride e desmaia mulher com um soco em show em SP. (Foto: Reprodução)
Homem agride e desmaia mulher com um soco em show em SP. (Foto: Reprodução)
  • Mulher desmaia após levar um soco durante show em Pederneiras, SP;

  • Confusão começou depois que o vocalista da banda criticou Bolsonaro;

  • Vítima recebeu atendimento médico e passa bem.

Uma mulher desmaiou após levar um soco no rosto durante a apresentação de uma banda punk em Pederneiras, São Paulo. A agressão aconteceu na noite desta terça-feira (15), durante o festival de música República Rock 2022.

A banda Garotos Podres cantava no momento da confusão e compartilhou o vídeo que mostra o soco nas redes sociais. A vítima caiu no chão com o impacto e precisou receber atendimento médico. Veja:

Segundo os artistas, a confusão começou depois que o vocalista Mao criticou o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL). Uma mulher, então, “atirou uma lata de cerveja no palco, que quase atingiu nosso guitarrista”, disse o grupo em nota divulgada nas redes sociais.

Na sequência, um homem que seria lutador de MMA tentou agredir o vocalista, mas sem sucesso. “Revoltado ele iniciou uma confusão no ‘bate cabeça’ e logo em seguida deu um soco no rosto de uma mulher, que desmaiou na hora”, informou a banda. Não se sabe se a vítima é a mesma pessoa que jogou a lata de cerveja no palco.

O relato dos artistas ainda destaca que o público que acompanhava o show tentou conter o agressor, mas que ele posteriormente conseguiu bater em um outro homem. A apresentação foi pausada logo no começo da briga; o vocalista do Garotos Podres xingou o suposto lutador de MMA de “fascista”, “covarde” e “nazista”.

A banda explica que retomou a apresentação, mas que “foi coagida” pelo secretário de Cultura, Geraldo Antonio Cardoso Junior, para que não “falasse mais de política". "Seguimos com o show e nosso posicionamento, mas a Defesa Civil cortou a energia do palco e fomos obrigados a parar de tocar", continuou.

Em outra postagem, o Garotos Podres afirma que a mulher agredida está bem, mas segue indignada com o que aconteceu e com o fato do hospital ao qual foi levada não ter solicitado um exame de corpo de delito.