Homem aparece agredindo mulher em vídeo, mas juiz concede liberdade

Reprodução

Um empresário flagrado por uma câmera de segurança agredindo a própria mulher, em Araguaína (TO), foi solto pela Justiça menos de 24 horas após ser preso.

O juiz abriu mão da fiança e permitiu que Giorgio Alan Bortolin responda ao crime em liberdade. No vídeo, é possível ver a mulher sendo atacada com socos, derrubada e chutada.

Segundo a Polícia Civil, o homem confessou as agressões e o delegado estabeleceu fiança de R$ 50 mil, mas o valor foi desconsiderado pela Justiça.

ATENÇÃO, AS IMAGENS SÃO FORTES:

A liberdade do homem teve parecer favorável do Ministério Público e, segundo o juiz plantonista Fabiano Ribeiro, o suspeito não representa risco para o cumprimento da lei.

O magistrado estabeleceu algumas medidas restritivas para Bortolin: comparecer aos atos processuais, não mudar de endereço ou sair da comarca por mais de cinco dias sem autorização da justiça e manter distância mínima de 200 metros da mulher. Ele também não pode contatar parentes da mulher ou frequentar os mesmos locais que ela.

Em depoimento, a vítima disse que aquela não era a primeira agressão. Ele alegou que a discussão foi motivada por ciúmes da esposa. A defesa do empresário não foi localizada.