Homem apontado como chefe do tráfico de comunidade no Lins, com mais de 30 anotações criminais, é preso

·1 minuto de leitura

Policiais da 32ª DP (Taquara) prenderam, nesta terça-feira, Gleison Martins Meirelles, o São ou Polutão, apontado como chefe do tráfico na comunidade do Gambá, no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio. De acordo com o delegado Alessandro Petralanda, titular da delegacia, Gleison foi capturado quando deixava uma churrascaria em Jacarepaguá, na Zona Oeste. Ele foi para o restaurante após de participar de uma reunião com um dos chefes do tráfico da Cidade de Deus, Edvanderson Gonçalves Leite, o Deco.

Os policiais conseguiram chegar à churrascaria, localizada na Estrada Marechal Salazar Mendes de Morais, graças a um trabalho de inteligência do Setor de Busca Eletrônica. Gleison não reagiu à abordagem. Além da ligação com o tráfico, ele é também responsável por ordenar roubos na Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, segundo as investigações da 32ª DP.

Contra Gleison havia três mandados de prisão em aberto por homicídio, roubo, associação para o tráfico e tráfico de drogas, expedidos pela 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá. De acordo com os investigadores, ele tem 32 anotações em sua ficha criminal. O preso será encaminhado a uma unidade da Secretaria estadual de Administração Penitenciária (Seap).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos