Homem armado atira e fere dois policiais em local de votação em São Paulo, diz PM

Presidente do TSE, Alexandre de Moraes

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - Um homem armado abriu fogo e feriu dois policiais que faziam a segurança da votação em uma zona eleitoral em uma escola em Cidade Dutra, na cidade de São Paulo, informou a Polícia Militar do Estado neste domingo.

"Na Escola Dep. Aurélio Campos, Cidade Dutra, um infrator atentou com arma de fogo contra dois militares que atuavam na segurança do local... Os policiais estão conscientes e recebem atendimento médico", disse a PM em sua conta oficial no Twitter.

O policiamento foi reforçado e o local de votação permanece em funcionamento, segundo a PM.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, disse a jornalistas que o caso foi na zona eleitoral, não dentro da seção, e que "não tem relação com a disputa eleitoral", classificando o ocorrido como "banditismo puro".

O incidente foi o primeiro caso de violência a ser registrado na eleição deste domingo, após uma campanha marcada pela tensão e por casos de violência.

Ao menos três apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e um apoiador do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) foram mortos nos últimos meses possivelmente por motivos políticos, entre outros episódios de agressões e intimidações.