Homem ataca forças israelenses com faca e é morto

·1 min de leitura
Ataque em Jerusalém (AFP/STAFF)

Um homem que atacou nesta quarta-feira (17) as forças israelenses com uma faca na Cidade Velha de Jerusalém foi morto, informou a polícia israelense.

Dois membros da polícia de fronteira foram "esfaqueados" perto de uma yeshiva (escola talmúdica) na rua Al-Wad, que atravessa o bairro muçulmano da Cidade Velha, de acordo com um comunicado da polícia.

Um porta-voz da polícia confirmou à AFP que o agressor havia sido morto pela polícia.

Segundo a polícia israelense, ele tinha 16 anos e vivia em Jerusalém Oriental, setor palestino da cidade ocupado desde 1967 por Israel e posteriormente anexado.

Os policiais foram levados para o hospital Hadassah em Jerusalém, disse o órgão de segurança United Hatzalah em um comunicado.

No bairro de Issawiya, de onde veio o jovem, eclodiram confrontos entre residentes palestinos e a polícia israelense durante a noite, de acordo com um fotógrafo da AFP.

A polícia israelense disse em um comunicado que várias pessoas foram detidas e interrogadas por serem "suspeitas de estar relacionadas" com o agressor.

Jerusalém, a Cisjordânia ocupada e Israel são palco desde outubro de 2015 e há meses de ataques anti-Israel, realizados regularmente por jovens palestinos isolados.

Cerca de 200.000 israelenses vivem em Jerusalém Oriental, assim como 300.000 palestinos.

A colonização israelense, ilegal segundo o direito internacional, continuou sob todos os governos israelenses desde 1967.

cgo-mib/gl/feb/pc/mb/mr/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos