Homem baleado pelo vizinho enquanto varria ficou 24h consciente com a bala na cabeça

Homem foi baleado na cabeça pelo vizinho - Foto: Reprodução/Câmera de Segurança
Homem foi baleado na cabeça pelo vizinho - Foto: Reprodução/Câmera de Segurança
  • Homem foi baleado pelo vizinho enquanto varria a calçada do suspeito em Chapadão do Sul-MS

  • A vítima ficou ao menos 24 horas com a bala alojada na cabeça e consciente

  • O rapaz segue internado em um hospital particular em Campo Grande

O homem de 41 anos baleado pelo próprio vizinho enquanto varria a calçada do suspeito em Chapadão do Sul, Mato Grosso do Sul, no último domingo (24), ficou pelo menos um dia inteiro com a bala alojada em sua cabeça.

De acordo com informações do g1, a vítima, que não teve a identidade revelada, foi atingida às 9h18 da manhã. Durante pelo menos 24 horas, a bala permaneceu em seu rosto e o rapaz seguiu consciente.

Após ser baleado, o homem escapou correndo e avisou a polícia sobre o ocorrido por meio de uma mensagem de WhatsApp.

A vítima, então, percorreu 331 km de estrada até a capital, Campo Grande, onde permaneceu internado na Santa Casa até as 13 horas da última segunda (25), quando foi transferido para um hospital particular. O centro médico não divulgou novos boletins e nem relatou se a bala já foi retirada.

Segundo boletim disponibilizado pela Santa Casa, o projétil ficou alojado próximo à orelha direita do rapaz. De acordo com a reportagem do g1, ele não corre risco de morrer.

Entenda o caso

A vítima foi baleada quando varria a calçada do suspeito e cortava o pé de uma árvore no local. O vizinho chegou a reclamar da atitude do rapaz antes de sair de sua residência empunhando um revólver e disparando contra ele.

"Pedi para minha filha jogar umas pedras fora. Daí, ele falou: 'A calçada é minha'. Eu respondi: 'Nem a calçada você varre'. O pé de árvore que tinha lá ele tinha deixado cortar. Nisso, ele entrou e já veio armado", relatou.

O homem responsável pelos disparos, de 61 anos, entregou-se à polícia na manhã de terça (26), apresentando-se junto de seu advogado e da arma utilizada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos