Homem-bomba é morto diante do órgão de emissão de passaporte em Cabul

·1 min de leitura
Afegãos fazem fila em frente ao escritório de emissão de passaportes, em Cabul, que reabriu suas portas em 19 de dezembro (AFP/Mohd RASFAN)

Um homem-bomba foi abatido nesta quinta-feira (23) no principal escritório de emissão de passaportes em Cabul, no momento em que dezenas de combatentes talibãs esperavam para obter documentos de viagem em um dia reservado exclusivamente para seus pedidos - anunciou a polícia afegã.

"Foi um ataque suicida. Ele foi identificado antes de se detonar e ser abatido perto de um posto de controle na entrada do serviço de passaportes", disse o porta-voz da polícia de Cabul, Mobin Khan, à AFP.

Em um comunicado publicado no Twitter, o Ministério do Interior relatou que "ninguém foi morto, ou ferido", na tentativa de ataque ocorrida por volta das 12h locais (4h30 no horário de Brasília).

O serviço de passaportes foi reaberto no domingo (19) em Cabul e em outras partes do país, provocando uma onda de afegãos ansiosos para receber o documento.

Esta quinta-feira foi reservada para talibãs, ou funcionários do novo governo e suas famílias. Cerca de 200 combatentes islâmicos faziam fila em frente ao prédio, alguns desde as 5h, de acordo com um jornalista da AFP.

A emissão do passaporte acabou sendo cancelada, devido ao grande fluxo, disse o porta-voz desta agência, Qari Shafiullah Tassal, à AFP, acrescentando que muitas pessoas tentaram obter o documento se fazendo passar por talibã.

bur-tbm/ys/at/aoc/zm/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos