Homem com registro de CAC é preso por morte em briga de bar na Zona Oeste do Rio

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, Alan Pereira Dias, identificado como o autor do homicídio de George Valença Fernandes, em setembro de 2022, no bairro do Anil, na Zona Oeste do Rio. Ele vai responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar. O crime aconteceu por volta de 1h da manhã, no bar Braseiro Gourmet, na Estrada de Jacarepaguá. Os dois homens tiveram um desentendimento no estabelecimento e, durante a briga, Alan sacou uma arma e efetuou disparos contra George, que não resistiu e morreu no local. Alan tinha registro de Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC) e, de acordo com o delegado responsável pelas investigações, poderá perder autorização.

A cronologia do caso do anestesista preso: Milhares de arquivos de pedofilia, estupros gravados, vítimas em choque

Mais uma investigação: Polícia investiga se anestesista preso aliciava crianças para produzir conteúdo pornográfico

Na noite do crime, George Fernandes estava com os amigos no bar, onde também estavam Alan e a namorada. De acordo com o delegado, a vítima estava dançando e tinha sinais de embriaguez. Ele esbarrou na namorada de Alan e houve um desentendimento. Foi quando o autor sacou uma arma de fogo e disparou contra George.

— Os seguranças colocaram todos para fora, onde a confusão continuou. O autor, então, pegou a arma e desferiu disparos contra a vítima. Uma arma que, em tese, era regular — explica Leandro Costa, delegado assistente da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).

Tenente da reserva da PM: Coordenador de operação fiscal do governo do estado é afastado após se envolver em briga de trânsito

Imagens de câmeras de segurança demonstraram que a vítima foi atingida por disparos de arma de fogo até cair e desfalecer no local.

Em sede policial, ele assumiu o crime. Alan está detido na sede da DHC, e será encaminhado para audiência de custódia, onde ficará à disposição da Justiça.