Homem com Síndrome de Down aprende língua dos sinais para falar com esposa surda-muda

(Foto: Reprodução / Facebook)


Israel Afonso Lima tem Síndrome de Down e tomou uma decisão capaz de mudar a sua vida e de sua família. Aos 36 anos de idade, o auxiliar de limpeza decidiu voltar à sala de aula, desta vez para aprender a língua dos sinais e enfim conversar com sua esposa, Eliene de Brito Afonso, que é surda-muda.

Casados há 6 anos, os dois passaram por todas as fases do romance em silêncio. “Ele fazia gestos, mas eu via que ela ficava sem entender algumas vezes”, disse a mãe de Israel em entrevista ao jornal “Folha de S. Paulo”. O casal se conheceu por intermédio de familiares e já tem uma filha, Isabella, de dois anos.

Eliene, que tem 37 anos, também faz leitura labial e chegava a entender os gestos do marido. Entretanto, não conseguia responder, resguardando-se ao silêncio da compreensão. Desta forma, Israel teve a ideia de aprender a linguagem dos sinais para de fato manter um diálogo com a amada.

Após uma rápida pesquisa, descobriu um curso no Senac próximo ao seu trabalho em Luiziânia (GO), onde o casal vive. “Como intérprete e professora de Libras, nunca vi um marido querer aprender a linguagem dos sinais, ainda mais um casal especial”, disse a professora Maria Sirlene Ribeiro Cavalcanti.

LEIA MAIS
Foto registra todo o amor de uma menina com Down por sua pequena irmã
Bebê com Down quebra paradigmas e preconceitos e se torna modelo









Formado em abril, Israel já vem recebendo elogios da esposa, que o corrige sempre que se confunde com alguns dos sinais. Após o aprendizado, o homem, que trabalha na limpeza de um prédio do INSS como funcionário terceirizado, já sonha em se tornar professor de Libras.

Normalmente homens com Síndrome de Down são estéreis. Entretanto, em 1% dos casos, conhecidos como mosaicos, as células ligadas à reprodução são normais e o indíviduo é capaz de ter filhos.