Homem constrói sozinho seu próprio foguete ao longo de sete anos

Foguete próprio: Joe Barnard tem sido chamado de 'SpaceX de um homem só' pelo seu feito (Image: Joe Barnard / BPS Space)
Foguete próprio: Joe Barnard tem sido chamado de 'SpaceX de um homem só' pelo seu feito (Image: Joe Barnard / BPS Space)
  • Internautas começaram a chamar Joe de "SpaceX de um homem só";

  • Foguetes reutilizáveis são essenciais para baratear o custo de lançamentos espaciais;

  • Joe Barnard também é fundador da empresa BPS Space.

Um YouTuber completou um projeto de uma vida inteira: ele construiu seu próprio foguete reutilizável, que pode decolar e pousar em segurança. O foguete, que de pé chega na altura do umbigo do engenheiro, demorou cerca de sete anos para ser concluído.

Segundo Joe Barnard, que também é o fundador da empresa de foguetes BPS Space, o projeto serviu de grande aprendizado. Iniciado em outubro de 2015, a ideia era construir um foguete reutilizável semelhante àqueles utilizados pela SpaceX.

"Fiz isso não porque é revolucionário ou revolucionário para o modelo de foguetes, mas porque é um projeto muito legal e eu sabia que aprenderia muito", afirmou.

Em um vídeo publicado no YouTube, Joe compartilhou imagens e vídeos de sua jornada, que contou com diversos acidentes e muitos quase sucessos."Comecei falhando, falhando e falhando, e depois me esgotando, e depois falhando mais e depois me esgotando novamente", disse. "Mas lentamente, ao longo do tempo, você pode ver a confiabilidade desses voos aumentando pouco a pouco."

Os internautas ficaram impressionados com o projeto do YouTuber. "Isso mostra que você pode fazer qualquer coisa se colocar seu coração e alma nisso", disse um usuário. Outros até mesmo começaram a chamar Joe de "SpaceX de um homem só", fazendo também uma alusão a similaridade física entre Joe e o CEO da empresa, Elon Musk.

Foguetes reutilizáveis ​​feitos por empresas como SpaceX e Blue Origin desempenharam um papel fundamental na atual corrida espacial, tornando os lançamentos espaciais muito mais baratos e mais sustentáveis ​​do que antes. O projeto de Joe demonstra, porém, que você não precisa ser um bilionário para construir uma tecnologia incrível.