Homem destrói o próprio carro após ser parado em blitz na Bahia

Homem destrói o próprio carro - Foto: Reprodução/Twitter
Homem destrói o próprio carro - Foto: Reprodução/Twitter
  • Homem destrói carro após ser abordado por uma blitz de trânsito em Salvador

  • Suspeito foi visto estacionando o veículo e arremessando chave na praia ao avistar a operação

  • Equipe descobriu que o rapaz não possuía CNH, o que deu início ao ataque de fúria

Um homem depredou o próprio veículo após ser parado em uma blitz de trânsito em Salvador, Bahia, na noite do último sábado (18). O episódio foi filmado por uma testemunha e viralizou nas redes sociais.

Segundo informações da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), reproduzidas pelo G1, o sujeito foi abordado por equipes da operação “Respeite a Vida” quando passava pela orla no bairro Amaralina.

Ao perceber a blitz, o motorista estacionou seu veículo, desceu e arremessou a chave na areia da praia.

Ele foi parado e questionado sobre a atitude. Inicialmente, negou que estivesse dirigindo o carro. Depois, com a localização da chave pelos agentes, admitiu o ocorrido.

Os oficiais pediram que o sujeito apresentasse documentos, momento no qual ele revelou não possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), mostrando, apenas, o documento do veículo.

Início do ataque

Informado sobre a infração, que pode resultar em detenção de seis meses a um ano, o homem alegou que não conhecia ninguém habilitado para retirar o veículo e nem possuía dinheiro para quitar o valor da infração.

Descontrolado, o motorista passou a gritar que “não deixaria seu bem para o estado” e deu início à depredação com chutes e socos. Ele chegou a subir no teto do veículo, arrancou o sistema de som do porta-malas e usou-o como arma para depredar o automóvel.

Após o ataque de fúria, o rapaz escapou do local, deixando o carro para trás. O veículo segue no pátio da Transalvador.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos